Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
 Últimas Notícias
  • O que ver em Lamu, um dos paraísos mais espectaculares de África No Oceano Índico, muito perto da costa do Quénia, encontra-se um arquipélago constituído pelas ilhas: ao norte Kiunga; seguido de Pase; Manda, onde fica o aeroporto; e ao sul Lamu,...
  • As mesquitas mais espectaculares do mundo O mundo árabe é realmente impressionante. Trata-se de uma cultura muito rica e com uma história milenar. Para nos apercebermos melhor do pulsar dos muçulmanos não há nada como descobrir...
  • Zé Pataco, uma casa onde se acarinha a gastronomia beirã Nos compêndios e edições da especialidade, há uma repetida evocação que sustenta a ideia em que nas Beiras se come demasiadamente bem, na companhia de generosos vinhos e onde quase...
  • Descobrir a serra de Monchique Situada entre as elevações da Fóia e da Picota, a vila de Monchique encontra-se incrustada na serra que lhe dá o nome, a uma altitude de 458 metros. Muito virada...
  • Visitar Thirassia, a outra Santorini Thirassia é uma pequena ilha junto a Thira, o nome grego da popular Santorini. Encontra-se do outro lado da famosa caldeira e, apesar dos seus encantos, é basicamente ignorada pelos...
Home > O que ver > Bragança: uma viagem à beleza medieval

O que ver

Bragança: uma viagem à beleza medieval

Bragança: uma viagem à beleza medieval
Outubro 28
08:13 2016

Quem conhece Portugal sabe-o: este é um país que abraça e alberga a história do que foi, pousando o olhar nas Eras que caíram e transportando o que delas ficou. Bragança é um bom exemplo disto mesmo. Nas suas ruas há sabor a passado, provado nos acordes da tradição e temperado com o espírito da História.

panoramica-braganca

Detentora de um belíssimo património, o centro de Bragança convida quem o visita a demorar-se, a pé, pisando as pedras do chão, gastas e cinzentas. A quem quer ouvir as suas histórias e contos, elas falam. Na sua voz de pedra, contam como foi a idade do Bronze, a permanência romana e visigoda; explica como foram as batalhas travadas e como estas traçaram as mais concretas linhas fronteiriças do país que é, hoje, Portugal.

Visitar Bragança é fazer uma viagem à beleza medieval e viver, por algumas horas, a emoção dos tempos que passaram. Neste artigo, deixaremos a sugestão de um roteiro, onde se incluem locais que, a nosso ver, tem de visitar durante a estadia nesta belíssima cidade nortenha.

1. Uma visita à cidadela

castelo-braganca

A cidadela de Bragança trata-se do recinto fortificado que rodeia toda a zona histórica da cidade, tornando a própria cidade um museu onde as próprias paredes são, já, monumento. Entre as relíquias desta cidade museu, encontrará, pois, o Castelo, a Torre de Menagem, o Pelourinho e a Domus Municipalis: monumentos que constituem o rico património da cidade e que carregam um inegável valor histórico e arquitetónico.

O castelo será um bom local para iniciar esta viagem ao passado. A um passo da vizinha Espanha, este castelo nasceu para proteger e delimitar a fronteira lusitana. Acredita-se que a primeira linha de defesa no local tenha acontecido no reinado de D. Sancho, no século XII. Ainda assim, foi no reinado de D. Dinis, já perto do século XIV, que se mandou edificar esta fortaleza. Os reis que se sucederam aproveitaram, pois, a murada cidade de Bragança para edificar outros monumentos como O Poço D’el Rei e alguns dos panos da muralha. Mas o castelo não vive apenas da história: vive também da lenda. Histórias sobre a princesa cristã que ali encontrou abrigo, na sua fuga da união indesejada com um Mouro continuam a ser contadas a norte, na torre que, pela lenda, se apelida como a Torre da Princesa.

Não sendo esta a torre mais imponente do castelo, ela leva-nos a outra: a Torre de Menagem. Monumento quatrocentista, esta ponte está no local mais defensável do castelo e parece impor-se sobre as muralhas, sendo mais larga e maior. Na sua robustez e na sua beleza, esta torre convida-nos a entrar para conhecer o interior onde alberga a cisterna e amplos vãos trabalhados e onde hoje se aloja o magnífico Museu Militar. Do seu topo, os visitantes poderão apreciar toda a beleza que rodeia Bragança e deliciar-se com o sopro telúrico que corre entre as Serras de Montesinho, de Nogueira e Coroa.

Palace of Duques de Braganca, in Guimaraes, Portugal

Outro dos monumentos imperdíveis, na Cidadela, será o Domus Municipalis: monumento construído em pedra e enigma, que transporta, até aos dias de hoje, um misticismo desigual. Com uma arquitetónica romana, esta nasce no final do período medieval e conta com dois espaços distintos. Neles, encontramos, então, a cisterna, que armazenava as águas nascentes e das chuvas e o salão superior, fenestrado e que se acredita ter servido de Paço de Concelho, servindo para as reuniões dos chamados “homens bons”. Um espaço onde ressoa o passado, misturado com tudo o que dele se sabe e tudo o que se desconhece.

Por fim, não podemos deixar de recomendar uma visita ao local que simboliza o poder deste concelhio: o Pelourinho. Este está edificado no centro do largo de São Tiago. Este é formado por uma coluna onde se encontra o fuste liso e o coroamento, de mãos dadas com a figura de um berrão (ou porca da vila, como comummente é chamado), figura zoomórfica que, a par com o restante monumento, cria um espaço distinto e com um inegável valor histórico.

2. Uma visita ao dogma

O património religioso de Bragança será, também, um dos pontos de interesse da cidade. Locais como a belíssima Igreja de Santa Maria, o Convento de São Francisco e a Igreja de são Vicente e a Igreja da Misericórdia terão, obrigatoriamente, de fazer parte da rota de quem passa por esta cidade.

Com a sua frontaria retabular e barroca, a Igreja de Santa Maria mostra a ligação única entre as distintas épocas que lhe marcaram a fachada e o interior e convida os seus visitantes a conhecer um pouco mais sobre a tradição religiosa portuguesa.

castelo

Saindo das muralhas, as restantes igrejas erguem-se numa rota traçada, a pedra, no próprio chão, que nos guia os passos através do seu rosário dos templos. Aqui, destaca-se o Convento de São Francisco e as igrejas da Misericórdia e de São Vicente. Nestas, encontrará, entre outras maravilhas, um claustro renascentista de enormíssimo valor arquitetónico e histórico.

3. Uma visita ao que fica além

Se a cidade de Bragança o deixar com vontade de conhecer mais, não se preocupe: este é um local onde haverá sempre onde ir! Nos arredores desta magnífica cidade encontrará outros tesouros históricos, onde a beleza medieval é igualmente gritante. O Mosteiro de Castro de Avelãs ou a Igreja de Santo Cristo do Outeiro são bons exemplos disso mesmo. No Mosteiro encontrará algo que é único em todo o país: a planta com revestimento feito em tijolo. Já na Igreja, será o interior e não o revestimento a seduzi-lo com as suas pinturas sacras e arquitetónica em talha barroca.

rio-de-onor

Por fim, e porque nada pode ser deixado ao acaso, os arredores de Bragança vão convidá-lo para que conheça mais sobre a tradição do norte português e conheça as aldeias (como Montesinho ou Rio Onor), nas quais se vive o quotidiano de uma vida humilde e pacata, no seio da tradição rural. Nestas aldeias, encontrará a típica hospitalidade do norte, enquadrada num cenário peculiar, que traz o passado até ao presente, numa ancestralidade muito própria e totalmente única.

Visitar Bragança é, portanto, abrir a porta às possibilidades e aventurar-se na máquina do tempo que se o transporta das muralhas até aos tempos passados da sua imaginação. Entre lendas e monumentos, Bragança irá convidá-lo a conhecer mais sobre a forma como o nosso país se fez e, quem sabe, a sentir que é, também, essa princesa que encontrou abrigo nas muralhas do castelo.

Foto: © Portumen© Milacroft© cristovao

Etiquetas

Sobre o Autor

Marina

Marina

Viajar alimenta-nos a alma de conhecimento das coisas, dos outros e de nós próprios. Gostava de viver mil anos para conhecer mil destinos! É a escrita que me compensa o sonho quando a realidade tarda.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook