Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
 Últimas Notícias
Home > O que ver > 5 Cafetarias com tradição em Lisboa

O que ver

5 Cafetarias com tradição em Lisboa

5 Cafetarias com tradição em Lisboa
Dezembro 23
08:56 2016

“É uma rapariga descalça e leve, um vento súbito e claro nos cabelos, algumas rugas finas a espreitar-lhe os olhos, a solidão aberta nos lábios e nos dedos, descendo degraus e degraus e degraus até ao rio.” Assim falava de Lisboa o poeta Eugénio de Andrade, uma das cidades mais encantadoras da Europa. Boémia, sonhadora, nostálgica… e com estabelecimentos onde podemos desfrutar com tranquilidade desse ambiente que a torna única. Referimo-nos aos cafés e bares que corroboram o rótulo de “melancólica” que lhe associam as multidões que desembarcam todos os anos na capital.

Na Rumbo PT queremos destacar cinco dos mais especiais: ao fim e ao cabo, locais onde se pode saborear de um óptimo café e, porque não, de um bom pastel, enquanto activamos o modo cruzeiro. Vamos a isso?

A Brasileira, Rua Garrett 120

Faz parte de todos os roteiros turísticos e, talvez por isso, tenha perdido algum do encanto que o notabilizou, embora não seja razão suficiente para deixar de merecer a visita estando em Lisboa. Inaugurado em 1908 por um comerciante de café, Adriano Telles, tendo sido cenário de tertúlias e debates literários, nos quais participaram Almada Negreiros ou Fernando Pessoa. No terraço de “A Brasileira” há uma estátua de bronze do poeta, onde todo mundo quer tirar a sua foto.

Cafe A Brasileira. Foto: Ivy Dawned/ Flickr CreativeCommons.

Cafe A Brasileira. Foto: Ivy Dawned/ Flickr CreativeCommons.

O que pedir? Café, pois claro, com o aliciante de que este estabelecimento dispõe de receita própria. Importam os grãos da Colômbia e do Brasil, entre outros países, para depois preparar uma bebida com carácter, forte. Para acompanhar – passando a redundância da sugestão – o tradicional pastel de nata.

Pastelaria Versailles, avenida da República 15

Pastelería Versailles. Foto: Bosc d'Anjou/ Flickr CreativeCommons.

Pastelería Versailles. Foto: Bosc d’Anjou/ Flickr CreativeCommons.

Nos anos 20, do século passado, inaugurou-se outro desses templos de culto ao café de Lisboa. É um local verdadeiramente espectacular, com uma decoração um tanto ou quanto ostensiva, estilo art-déco, com enormes espelhos e candeeiros de vidro, e tectos esculpidos. É claro que o café aqui é formidável mas um dos seus “best sellers” é o chocolate quente. E que dizer dos seus pasteis?! Uma maravilha! Mais? A Versailles é muito conhecida pelos riquíssimos doces tradicionais da gastronomia Portuguesa…

Velocité Café, Avenida Duque d’Ávila 120

Vélocité Café. Foto: © Vélocité Cafe

Em comparação com os clássicos d’A Brasileira e Versailles, o Velocité Café é uma opção mais fresca e jovem. Este local dá resposta a uma das tendências que mais rápido se tem vindo a expandir pelo Velho Continente: abdicar dos carros e das motos em favor das bicicletas. Este café conseguiu arrebatar o nicho dos “cycle lovers” com uma fusão de bar, oficina e loja de bicicletas. Há 10% de desconto para todos aqueles que cheguem à porta aos pedais do seu velocípede e uma carta onde se lista tanto fast food (da saudável, ok? estamos entre desportistas) como pratos mais elaborados.

Antiga Confeitaria de Belém, Rua de Belém

Antiga Confeitaria de Belém. Foto: Jennifer Wu/ Flickr CreativeCommons.

Antiga Confeitaria de Belém. Foto: Jennifer Wu/ Flickr CreativeCommons.

Pastéis de nata servidos quentes e polvilhados com canela. Para acompanhar, um cálice de vinho do Porto ou um café – é à vontade do freguês. O atractivo aqui é vir a este espaço provar os pastéis de nata mais famosos de todo o país, e talvez do mundo! Estas deliciosas tentações são aqui servidas desde 1837. Diz-se que um monge do Mosteiro dos Jerónimos passou o segredo aos proprietários e hoje em dia tem a fama de ser a receita mais bem guardada de Portugal.

L’Éclair, Avenida de Ávila 44

L'Eclair. Foto: Facebook.com/leclair.lisbon/

L’Eclair. Foto: Facebook.com/leclair.lisbon.

Da tradição Portuguesa à Francesa: Mathieu Croigner, pasteleiro gaulês profundamente enamorado de Portugal, confecciona na capital, os doces mais emblemáticos do seu país, com uma cafeteria muito parisiense, onde tudo se elabora de forma artesanal. Aqui, podemos saborear deliciosos éclairs de todos os tipos e sabores: caramelo, praliné, bourgon, frutos secos, chocolate e mascarpone, entre outros. Para acompanhar, chás, cafés e sumos.


Foto destacada: Shutterstock.

© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook