Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
 Últimas Notícias
Home > Roteiros de Viagem > As melhores cidades da Europa para descobrir a pé

Roteiros de Viagem

As melhores cidades da Europa para descobrir a pé

As melhores cidades da Europa para descobrir a pé
Dezembro 09
08:50 2016

Não há nada melhor do que uma cidade que podemos conhecer a pé, onde podemos vaguear e chegar de uma atração ou monumento ao outro simplesmente andando a pé. Esta é a minha listas das cidades onde mais gostei de andar a pé, percorrer cada rua, fechar o mapa e deixar-me ir.

Riga

riga

É uma cidade relativamente pequena e onde as principais atrações estão concentradas no centro. A cidade está dividida em três zonas bem distintas – a Cidade Velha, o quarteirão de Art Nouveau e o Bairro Soviético. No entanto, são todas a distâncias perfeitamente percorridas a pé.

 

Munique

munique

A cidade foi construída ao redor do centro histórico, a famosa e movimentada Marienplatz. Munique é uma cidade pequena e pitoresca que só pode ser descoberta a pé e de olhos bem abertos.

 

Praga

praga-ponte-carlos

A Capital da Boémia é um museu ao ar livre com inúmeros pormenores por descobrir e de uma riqueza arquitetónica espantosa e extremamente bem conservada. Praga é, por isso, um bom exemplo de uma importante capital que pode, e deve, ser explorada a pé. Mesmo a subida ao topo do Castelo de Praga (que no final valerá a pena pelas vistas para a cidade).

 

Salzburgo

salzburgo

A cidade de Mozart está parada no tempo, mantendo inalteradas as suas praças, igrejas, fontes, palácios. É uma pequena cidade onde o ideal é seguirmos a pé os passos do “grande artista”, percorrendo os caminhos que outrora faziam parte da sua rotina. Única exceção para a subida ao castelo de funicular…mas é mesmo a única.

 

Amesterdão

amesterdao

De toda a lista, Amesterdão é talvez a cidade mais óbvia. A cidade é totalmente plana, o que a torna é incrivelmente bem adequada para quem gosta de caminhar, ou até andar de bicicleta, se preferirem seguir o exemplo dos locais. Circulando a pé é possível descobrir inúmeras maravilhas espalhadas ao redor dos canais (ou até no próprios canais como alguns barcos-casa).

 

Veneza

veneza

Bem, na verdade por aqui não há grandes alternativas. Andar pelas ruas estreitas que vão dar a praças amplas e luminosas, perdermo-nos por esta e por aquela rua, vaguear por ruazinhas tão estreitas que conseguimos tocar, de braços abertos, nas paredes das casas de ambos os lados da rua. Descobrir milhares de pontes, recantos, sentir o ambiente da cidade, comer nas pequenas pizzarias localizadas nas praças, beber um cappuccino ou comer um gelatto. Tudo é possível por estas ruas cheias de personalidade e de carácter.

 

Bruges

bruges

Bruges é definitivamente o local ideal para vaguear a pé e sem o mapa, seguindo o serpentear dos canais ou o cheiro a batatas fritas, biscoitos e chocolate. É uma cidadezinha de conto de fadas com o seu incrível centro histórico, os seus deliciosos e sinuosos canais, as ruas empedradas rodeadas de edifícios medievais e lojinhas de chocolates e os mais diversos doces.

 

Tallin

tallin

É reconhecida pelo seu rico património histórico e cultural e o seu restaurado centro histórico medieval, “a Cidade Antiga” como é conhecido, um dos mais bem preservados da Europa, património Mundial da UNESCO desde 1991. Por este motivo, e porque apesar de não ser plana é uma cidade pequena, pode e deve ser descoberta a pé.

Se estiver à procura de voos baratos para qualquer uma destas cidades, é só entrar no site da Rumbo!

Etiquetas

Sobre o Autor

Sónia Dias

Sónia Dias

Sónia Dias, blogger de viagens, escreve no blog Travel Random Notes onde fala sobre as suas viagens e dá dicas sobre viagens low cost.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook