Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > 7 cidades que não deves perder este Natal

O que ver

7 cidades que não deves perder este Natal

7 cidades que não deves perder este Natal
Novembro 03
15:03 2015
3
SHARES

Num mês, aproximadamente, um sem-fim de cidades por todo mundo estarão a preparar-se para se vestir de gala. Não é que o relógio tenha muita pressa…simplesmente, galopa desenfreado! Assim, tendo em conta que no horizonte já se vislumbram luzes coloridas, pinheiros decorados e se ouvem melodias e canções típicas desta quadra, toma nota destes destinos aos quais o Natal lhes assenta maravilhosamente bem.

* Aviso à navegação: por serem tradicionais – não porque sejam menos interessantes, há que dizê-lo com franqueza – não vão encontrar propostas, como Nova York, Paris, Rovaniemi, Londres, Madrid ou Lisboa.

BERLIM: o manto branco que cobre as suas ruas faz com que a capital alemã se apresente como um destino perfeito para o mês de Dezembro. Iluminam-se profusamente praças e artérias principais e, no meio da neve, não há nada que tenha mais encanto que abocanhar a típica bratwurst acompanhada por vinho quente num dos postos de rua que há, espalhados pela cidade. O postal de inverno fica completo com a visita a um dos weihnachtsmarkts (mercados de Natal Berlinenses). Encontrarão voos baratos para Berlim em rumbo.pt.

berlin

Foto: PROHywel Jones/ Flickr CreativeCommons.

 

MOSCOVO: a maior pista de patinagem sobre o gelo do mundo, na avenida principal da VDNKh, uma enorme árvore de Natal na Praça do Kremlin, o mercado de rua Ismailovsky para comprar produtos típicos e para ir ao encontro do Ded Moro, o avô frio, a versão russa do Pai Natal. É também “obrigatório” passar pelo Teatro Bolshoi para assistir ao “Quebra-Nozes”, de Tchaikovsky, com sessões diárias. Se há um grande protagonista destas festas em terras russas é…o frio! Por muito abrigo que levem será pouco, mas vai valer a pena.

moscu

Foto: Alex F/ Flickr CreativeCommons.

 

BRATISLAVA: poderia bem ser o cenário da longa-metragem “It’s a Wonderful Life“, – conto de Natal por excelência – de ruas empedradas, luzes aconchegantes e suaves, praças tranquilas, mercado de rua na sua praça principal, tarde de pasteis natalícios e café quente, e do castelo presidindo a cidade das alturas. A capital da Eslováquia é um destino relativamente desconhecido que é ideal para esta época do ano.

bratislava2

Foto: Miroslav Petrasko/ Flickr CreativeCommons.

 

SALZBURGO: muitas tradições natalícias tornam esta quadra na Áustria numa temporada única. Desde os habituais desfiles dos diabólicos Krampus e Perchten, aos mercados de rua –o da da Praça da Residencia e da Praça da Catedral– repletos de doces, vinho quente e comidas típicas, sem esquecer os concertos e recitais literários. A música, como não poderia deixar de ser na cidade que deu a conhecer ao mundo, Mozart é essencial em Salzburgo e nestes meses ganha ainda maior destaque.

salzburgo

Foto: PROA.Currell/ Flickr CreativeCommons.

 

SYDNEY: escapar ao frio do inverno para passar um Natal diferente, a 30 ºC. Isso é o que encontramos na Austrália, com Pais Natal em pranchas de surf pelas praias de Bondi Bay e uma cidade enorme que, na noite de Natal, se ilumina com velas para entoar canções de natal e se senta à mesa para se banquetear com comida rica. O Pai Natal australiano é conhecido por Swat Man e faz-se acompanhar de seis cangurus – White Boomers – que distribuem presentes por todas as casas.

australia

Foto: DocklandsTony/ Flickr CreativeCommons.

 

ESTOCOLMO: como se d ‘O Conto de Natal de Charles Dickens se tratara, Estocolmo é a cidade das ruas calcetadas, de neve e de gelo que range por debaixo dos pés, dos sinos da igreja que tingem e enchem de magia o panorama… Pelo ar ondulam o aroma de castanhas assadas, bolachas de gengibre e vinho quente. Passeiem pelo tradicional mercado de Natal na zona de Skansen ou pelo de Gemla Stan, junto ao Palácio Real. Regressão enamorados da capital sueca.

estocolmo

Foto: Brian Colson/ Flickr CreativeCommons.

 

VIENA: “Frohe Weihnachten” a partir de uma cidade que mexe particularmente com alguns redactores da Rumbo.pt – eu incluída! É um dado adquirido que neve nesta época do ano, pelo que tragam roupas e vontade para desfrutar. Há uma dúzia de mercados de Natal, cada qual o mais pitoresco. Imperdíveis são edifícios tão majestosos como o Palácio de Schonbrunn, a Karlskirche, o Belveder ou a Camara Municipal. Se tiverem a oportunidade de assistir ao Concerto de Ano Novo da Filarmónica de Viena, pouco mais se pode pedir. Conseguir bilhetes não é fácil, pois são atribuídos por sorteio mediante registo prévio online.

viena

Foto: Roderick Eime/ Flickr CreativeCommons.

© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

Foto destacada: Miroslav Petrasko/ Flickr CreativeCommons.

3
SHARES
Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook