Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > “Cinque Terre”, as 5 pérolas secretas de Itália

O que ver

“Cinque Terre”, as 5 pérolas secretas de Itália

“Cinque Terre”, as 5 pérolas secretas de Itália
Maio 14
10:30 2015
114
SHARES

É conhecida como a “Riviera italiana” e deve esse apelido à sua especial e encantadora orografia: montanhas imponentes que repousam em suaves colinas, uma paisagem que parece ter sido pintada pelo punho de artista de valor. O cenário verdejante combina na perfeição com os tons infindáveis do Mar da Ligúria, que acaricia as costas altas e ásperas de La Spezia, uma província no norte da Itália e que esconde cinco tesouros, cinco diamantes em bruto, as denominadas “Cinque Terre“.

A zona da Ligúria, no norte da Itália, é a nossa nova proposta de destino, uma escapada que podemos realizar com dois ou três dias livres que tenhamos à mão, com voo via Pisa e que nos permitirá descobrir uma estância natural composta por cinco belas localidades marítimas que posam triunfantes sobre as falésias. Ao todo são 18 os quilómetros de extensão que unem estas localidades desconhecidas do turismo. Falamos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, um conjunto considerado Património da Humanidade.

Trata-se duma viagem perfeita a dois, ou se o que queremos é afastar-nos do barulho e do stress. Aqui vamos experimentar a sensação de que o tempo não passa, ou que às tantas nos daremos conta que este evolui a um ritmo diferente. São tão acolhedoras que podem ser facilmente percorridas a pé sendo que se chega de barco a cada uma delas. Enseadas paradisíacas, precipícios rochosos, um cenário magnífico e rotas que farão as delícias dos adeptos das caminhadas. A tudo isto há que acrescentar o sabor mais autêntico da gastronomia italiana, o que é sempre uma mais-valia na hora de ponderar uma visita ao país transalpino.

Cinque Terre vai desde Punta Mesco até Punta de Montero. Vista de cima poderá parecer-nos estar diante duma espécie de varandas sobre o mar assentes num plano descendente muito inclinado. Uma por uma, dar-vos-emos algumas pinceladas para aguçar o vosso apetite viajante. Afinal de contas, como diria Don Corleone, estamos a falar duma proposta que não podem recusar.

Monterosso al mare. É a cidade mais populosa das “Cinque Terre” e a que tem as praias mais extensas da região. Como atractivo Fegina, uma zona balnear turística a que se chega através de um túnel.

monterosso al mare hoteis baratos

Monterosso al Mare/ Sean Munson, Flickr CreativeCommons.

Vernazza. Aqui só se pode aceder por um caminho que desce desde a estrada provincial. Está situada num pequeno promontório e inclinada sobre o mar. Para recordar, o seu pequeno porto, numa reentrância natural que permite a atracagem de pequenas embarcações. Oh, e o vinho! Têm de provar o Vernaccia, um vinho local que é conhecido por toda La Spezia.

vernazza hoteis baratos

Vernazza/ Karthick Ramachandran, Flickr CreativeCommons.

Corniglia. É a única que não tem relação directa com  o mar e onde se chega até lá depois de descer a Lardarina, uma longa escadaria com um total de 377 degraus (também pode ser alcançada pela estrada que a conecta com a estação ferroviária e está comunicada com a anterior povoação por um caminho pedestre entre o mar e a montanha). Está situada num promontório de cerca de 100 metros, rodeada por vinhedos.

corniglia hoteis baratos

Corniglia/ Felix Weixman, Flickr CreativeCommons.

Manarola. Situado numa colina, está entre o Mar da Ligúria e a cordilheira que se separa dos Apeninos. Estende-se pelo vale até chegar ao porto e deixar terra firme. Não esquecer: perguntar por Via di Mezzo. Impossível não encontrar, pois de um e doutro lado da mesma se agrupam as casas, é a rua principal, e esta por sua vez, acompanha o curso do rio Groppo – o município situa-se no último tramo deste.

manarola hoteis baratos

Manarola/ Luca Rossato, Flickr CreativeCommons.

Riomaggiore. Deve o seu nome ao rio que leva o mesmo nome – Maggiore – , pois o seu centro histórico, que data do século XIII, está situado no vale do mesmo. As casas foram distribuindo-se a diferentes níveis, seguindo o curso escarpado do rio.

hoteis baratos riomaggiore

Riomaggiore/ Pank Seelen, Flickr CreativeCommons.

Se dispuserem de mais tempo, recomendamo-vos que apontem no vosso bloco de notas de viagem outras paragens na região da Ligúria: Porto Venere e as ilhas de Palmaria, Tino e Tinetto, com as suas casitas multicoloridas que se misturam com o azul brilhante do mar. São também Património da Humanidade pela Unesco… Por algo será!

© Artigo traduzido por  Miguel Albuquerque.

114
SHARES
Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook