Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > Conselhos de Viagem > Como tornar as escalas entre voos mais suportáveis

Conselhos de Viagem

Como tornar as escalas entre voos mais suportáveis

Como tornar as escalas entre voos mais suportáveis
Abril 12
09:38 2017

Qualquer pessoa que tenha viajado de avião conhece a situação: compra-se um voo com escalas porque é muito mais barato que um direto (ou porque é a única opção) e tem de enfrentar várias horas de espera no aeroporto.

Dá um passeio, vê as lojas duty-free, joga um pouco no telemóvel… Quando olha para o relógio convencido de que terão de ter passado pelo menos um par de horas, descobre que apenas só passaram trinta minutos. Começa o desespero. As horas mortas entre voos tornam-se eternas. Sempre? Não: também pode converter-se esse tempo naquele que procura durante a rotina e nunca encontra.

Quantas vezes disse que não tem tempo para nada? É para isso que servem as escalas entre voos. Há muitas coisas que pode fazer para tornar a espera mais tolerável.

Turismo!

escalas-de-voos

Se a escala é de várias horas e no aeroporto há um serviço de transporte rápido até à cidade… porque não dar uma escapadela? Dependendo do tempo que tenha poderá ver os pontos turísticos mais importantes ou simplesmente ir comer algo típico num bom restaurante. Independentemente do que faça, a escala desaparecerá e converter-se-á em mais uma etapa da sua viagem.

Prepare a viagem

Se está no trajeto de ida e vai de férias, este é o momento perfeito para estudar o guia, apontar o que quer ver, sítios para comer, etc. Ou simplesmente para ler a parte dedicada à história do destino que vai visitar, essas páginas que sempre – admita – deixa para depois, quando tiver tempo, para quando possa ler com tranquilidade… é agora!

Leia

escalas-aeroporto

Uma das grandes vítimas da velocidade a que vai a vida moderna é a leitura. É dos que se queixam porque não têm tempo para ler? Pois bem, agora tem várias horas pela frente nas quais não tem nada mais para fazer. Leva um livro sempre de viagem ou visite a livraria do aeroporto e compre um novo. Talvez lhe dê tempo para ler um livro inteiro!

Fale com alguém

Os aeroportos estão cheios de gente como você, gente que espera e se aborrece e não sabe o que fazer para que o tempo passe mais rápido. Pessoas de todas as partes do mundo com histórias fascinantes! Se encontrar alguém recetivo, tente iniciar uma conversa. Pode ser que resulte apenar num par de intercâmbios verbais ou pode ser que faça alguém para toda a vida.

Trabalhe

ler-escalas-voos

Se está de férias passe este ponto, mas se é uma viagem de trabalho ou na realidade pensa que deveria adiantar algo… porque não fazê-lo agora? Leve o portátil, procure um ponto com Wi-Fi – há muitos aeroportos que já o oferecem gratuitamente, o vá para um café e trabalhe lá, e adianta um par de horitas de trabalho. Agradecerá na segunda-feira.

Faça desporto!

desporto-escala-voos

Se não for uma pessoa envergonhada, pode aproveitar a estadia no aeroporto para fazer algum exercício: yoga, correr (se houver balneários), um pouco de pilates… Alguns aeroportos têm inclusive um ginásio, informe-se antes de sair e meta uma roupa desportiva na mala.

Escreva

Escrever é como ler, uma atividade que pensamos sempre que deveríamos fazer mais, no entanto esquecemo-nos sempre. Leve um caderno e uma caneta (ou compre-os, não há desculpas) e deixe que as palavras fluam. Pense que é algo que ninguém vai ler (a não ser que comece a escrever uma biografia, algo que também pode fazer), pelo que não importa se escreve bem ou mal, se conta coisas interessantes ou não. Sabia que há estudos que dizem que ter um diário ajuda a ser mais feliz? Um aeroporto é tão bom lugar como outro qualquer para começar.

Coloque em dia a sua série favorita

relaxar-escala-voos

Isto tem de ser preparado com antecedência: leve o disco do portátil cheio de episódios pendentes de alguma série e deixe-se tomar pelo vício no aeroporto. Não se esqueça, coloque sempre os auscultadores, não está sozinho! Também pode ver um filme ou simplesmente aproveitar para ouvir verdadeiramente música, sem fazer nenhuma outra coisa ao mesmo tempo.

 

© Artigo redigido por  Ana Bulnes.

Sobre o Autor

Rumbo

Rumbo

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook