Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > Conselhos de Viagem > Como se deslocar no Porto e que transportes utilizar

Conselhos de Viagem

Como se deslocar no Porto e que transportes utilizar

Como se deslocar no Porto e que transportes utilizar
Abril 20
07:43 2016

O Porto é uma cidade onde se passeia bem a pé mas, para ir a algumas zonas mais fora do centro e da zona histórica, é melhor apanhar algum tipo de transporte!
Deixo neste artigo algumas sugestões e alternativas para que possa aproveitar a sua visita À cidade Invicta da melhor maneira.

 

Caminhar

shutterstock_123097666 (1)

No centro da cidade, entre as zonas da Ribeira e da Baixa, o melhor é mesmo andar a pé ao seu ritmo. Desta forma, vai poder apreciar melhor toda a envolvência, os monumentos e locais de interesse, as pessoas, etc. Existem algumas empresas que organizam passeios pedonais, o que pode ser interessante para começar logo algumas das atracções mais importantes, mas também é muito fácil simplesmente pegar num mapa e ir explorar por conta própria.

 

Metro

shutterstock_290628074 (1)

O Metro é, provavelmente, o transporte púbico mais eficiente para utilizar no Porto. É confortável, limpo, suficientemente rápido e a sua rede de linhas já cobre uma boa parte da cidade e dos pontos de interesse turístico. Por outro lado, o facto que ser maioritariamente de superfície, permite ir observando a cidade enquanto se viaja. Infelizmente, o sistema tarifário e de zonas não é dos mais simples de perceber e utilizar, pelo que recomendo que percam algum tempo a percebe-lo antes da primeira viagem. De qualquer forma, para quem está de visita, o mais simples é comprar o passe Andante Tour 1 (1 dia) ou Andante Tour 3 (3 dias). Toda a informação sobre preços e mapas de rotas pode ser encontrada nas seguintes páginas:

Metro do Porto http://www.metrodoporto.pt/
Linha Andante http://www.linhandante.com/

 

Autocarro

3 autocarro

Onde o Metro não chega, chega o autocarro! De facto, é possível chegar de autocarro a qualquer sítio da cidade e é, também, a forma mais económica de o fazer. Os autocarros são modernos e confortáveis, com ar-condicionado, internet Wi-Fi e muitos deles movem-se a gás natural. Uma grande vantagem é que as linhas de Metro e Autocarro estão interligadas, ou seja, perto da paragens de metro há sempre uma paragem de autocarro e o mesmo cartão Andante pode ser utilizado quer num quer no noutro transporte, incluindo o tal Andante Tour mencionado acima. Toda a informação sobre preços e mapas de rotas pode ser entrada na seguinte página:

STCP http://www.stcp.pt/

 

Eléctrico

shutterstock_344264960 (1)

O Porto foi a primeira cidade da Península Ibérica a ter uma linha de carros eléctricos, inaugurada em 1872 e, desde então, foi sempre um transporte muito utilizado e muito querido dos habitantes da cidade. Para mim, era o meio de transporte preferido para ir para a praia e andar pela marginal de Matosinhos até à Foz! Com a evolução tecnológica e o aparecimento do Metro, hoje em dia apenas subsistem 3 linhas turísticas do Eléctrico nas zonas da Baixa e Marginal do Rio Douro. São passeios interessantes e muito bonitos, principalmente em dias de sol, e que valem muito pena fazer para sentir um bocadinho do que era o porto antigamente. Para os verdadeiros amantes, uma visita ao Museu do Carro Eléctrico também é obrigatória! Toda a informação pode ser consultada nas seguintes páginas:

Porto Tram City Tour http://www.stcp.pt/pt/turismo/porto-tram-city-tour/
Museu do Carro Eléctrico http://www.museudocarroelectrico.pt/

 

Táxi

shutterstock_340560623 (1)

O táxi é o meio de transporte mais caro para andar no Porto mas, eventualmente, o mais confortável e o mais eficiente para longas distâncias. Há duas cores de táxis, os beges e os pretos com tejadilho verde. Pessoalmente, acho muito mais característicos os segundos mas são todos iguais e a única diferença é mesmo a cor. Normalmente, os carros são confortáveis e estão em bom estado, apesar de ainda haver alguns maus antigos que já deviam ter sido reformados. Para apanha um táxi, existem as chamadas “praças de táxis” onde os carros estão estacionados à espera de clientes mas também se pode acenar com a mão e mandar para na rua, em qualquer local. A Uber está presente no Porto e, apesar das guerras com os táxis tradicionais, o serviço tem tido muito sucesso e excelente qualidade. Algumas páginas úteis:

Raditaxis http://www.raditaxis.pt/
Taxis Invicta http://www.taxisinvicta.com/
Uber https://www.uber.com/

 

Aluguer de carro

shutterstock_278016830_1_

Se os planos de viagem incluem uma visita a cidades e regiões próximas do Porto como, por exemplo, o Douro, Guimarães, Braga, etc, então a melhor opção é mesmo alugar um carro e ir por conta própria! Há várias empresas de rent-a-car no Porto e os carros são, maioritariamente, de boa qualidade e a preços muito competitivos. Para encontrar um carro no Porto, utilize o motor de busca da Rumbo seguindo o seguinte link:  Rent-a-car no Porto.

 

Aluguer de mota

shutterstock_56877421 (1)

Para os mais destemidos, alugar uma scooter também pode ser uma boa alternativa para andar e passear pela cidade, seja apenas para um dia de passeio ou mesmo para vários dias, principalmente durante os meses de Primavera e Verão. Há algumas empresas que alugam este tipo de motas, como por exemplo:

North Road http://www.northroad.pt/
Vieguini http://www.vieguini.pt/

Etiquetas

Sobre o Autor

André Parente

André Parente

Começou a viajar com a mãe quando ainda pequeno e redescobriu esse vício alguns anos mais tarde. Defende que viajar sozinho e por tempo prolongado é o melhor caminho para o auto-conhecimento e, depois de 10 anos de trabalho convencional, largou o comodismo para se dedicar a projectos próprios como o Tempo de Viajar e o Local Porto. A sua máxima em viagem é não ter máxima nenhuma e ir simplesmente ao sabor da vontade.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook