Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Elvas: Uma viagem pela História

O que ver

Elvas: Uma viagem pela História

Elvas: Uma viagem pela História
Dezembro 19
08:15 2016

Situada no Alto Alentejo, no distrito de Portalegre, Elvas é uma cidade cujo valor é maior do que o seu tamanho. Nas proximidades de outros pontos alentejanos de grande interesse, como Vila Viçosa, Borba e Badajoz; esta cidade fica apenas a 8 quilómetros da vizinha Espanha e, por isso mesmo, conta a história da defesa fronteiriça que delimitou Portugal, nas suas muralhas e fortes. Sendo a cidade mais fortificada de todo o continente europeu, esta mereceu o nome de “Rainha da Fronteira” e, com uma realeza digna de tal nomenclatura, permanece hoje, erecta e inabalável, abrindo braços aos seus visitantes e recebendo-os com a típica hospitalidade alentejana.

Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, o centro histórico desta cidade é altamente aclamado pela imponência das suas fortificações e pela força das narrativas que lhe cobrem a pedra. E cada passo dado, nas ruas de Elvas, é um passo rumo à própria alma lusa e uma viagem à História de Portugal.

Monumentos, museus, igrejas, conventos… encontrará nesta cidade alentejana um dos maiores centros turísticos do Alentejo e o convite para uma estadia recheada de emoções. Se permitir, olhando a riqueza da cidade, talvez se sinta transportar pela voz das pedras e viva, até, os tempos que passaram nos meandros da sua imaginação. Neste artigo, procuraremos deixar algumas sugestões que o levarão nessa viagem.

História nos caminhos

Não poderia ser de outra maneira: começamos a nossa viagem pela História, em Elvas, nas suas muralhas e no seu castelo. As pedras, que não têm voz, são autoras e personagens da narrativa e constituem, no seu conjunto, a maior fortificação abaluartada do mundo. Visite, aqui, o Forte da Graça, o Forte de Santa Luzia, o Aqueduto da Amoreira, os Fortins de São Domingos, as Cercas Medievais e o Castelo de Elvas. Estes são locais que o farão sonhar com as épocas medievais e sentir, quem sabe, que está num cenário de filme.

elvas1

Vale também a pena, dentro do património militar de Elvas, uma visita ao Castelo de Fontalva, ao Castelo de Bracarena e ao Cemitério dos Ingleses. Além destes, locais como a Ponte de Nossa Senhora da Ajuda, a Fonte da Misericórdia, o Padrão da Batalha das Linhas de Elvas, a Porta da Alcáçova ou o Arco de Santa Clara serão, também, de visita obrigatória.

Se for fã do turismo religioso, Elvas será, com certeza, uma surpresa agradável. Entre conventos e igrejas, encontrará o melhor das edificações medievais e da arte sacra, enquanto explora um pouco da tradição religiosa nacional. Recomendamos, neste âmbito, uma visita à Sé de Elvas, ao Santuário do Senhor Jesus da Piedade, ao Convento de São Francisco, à Igreja de Nossa Senhora da Nazaré, à Igreja das Dominicanas ou à Igreja de Nossa Senhora dos Mártires. Igualmente belas são a Igreja da Santíssima Trindade e a Igreja do Senhor Jesus da Boa Fé.

Mais antigos do que as muralhas, os monumentos megalíticos de Elvas irão convidá-lo para uma viagem no tempo, convidando-o a entrar no universo pagão dos tempos ancestrais.

Da História à Cultura

Preocupando-se com a preservação das tradições e impulsionando a exposição dos momentos históricos de maior relevo, Elvas construiu um impressionante património museológico, onde permanece um espólio de valor incontestável. Não deixe de visitar o Museu Municipal de Fotografia João Carpinteiro, o Museu do Santuário da Piedade, o Museu Militar do Forte de Santa Luzia, o Museu da Guerra Peninsular ou da Guerra da Independência, o Museu Diocesano de Arte Sacra e o Museu de Arte Contemporânea de Elvas. Estes irão contar-lhe histórias distintas mas sempre com a mesma intensidade, sobre as formas como, pedra a pedra, se fez a nossa arte, a nossa História e a nossa Fé. Na sua soma, eles irão apresentar-lhe, então, a alma portuguesa e convidá-lo a viajar até momentos, vivências e tradições.



elvas-2

Se tiver interesse em explorar de forma mais profunda o universo cultural da cidade, recomendamos, além destes locais, uma visita à Casa da Cultura, ao Arquivo Histórico Municipal e ao Centro Interpretativo do Património.

Uma visão radical

Marcando a nossa história (e a nossa tradição) está a presença incontornável do desporto. Assim, encontrará, em Elvas, muitas opções para se manter em forma ou para assistir a um pouco do que faz a nossa “História Contemporânea”. Visite o Estádio Municipal de Elvas ou o Pavilhão Desportivo Municipal ou aventure-se nas modalidades oferecidas pelo Parque de Desportos Radicais do Jardim Municipal de Elvas: um momento que irá levá-lo ao que marca a história atual portuguesa e que fará com que acrescente uma breve (mas divertida) experiência à sua própria história de vida.

Não são apenas estas as opções que encontrará no seu caminho pela História, em Elvas. Este será, somente, um bom ponto de partida para que conheça melhor o fio de ouro e prata com o qual se teceu a riquíssima história portuguesa. Nos meandros desta cidade alentejana, encontrará mais do que marca a tradição de um povo e reconhecerá, na imponência das pedras que nenhum exército derrubou, a força que marca a nossa bandeira.

A par com esta força agreste – e, de certa forma, contrastando com ela – Elvas irá oferecer-lhe, ainda, um universo verde de paisagem telúrica a perder de vista, convidando-o a descansar o seu coração e a aproveitar as maravilhas do sol, da Natureza e da tranquilidade sulista.

Também os sabores alentejanos complementarão esta visita à fortificação citadina elvense. O borrego, as ervas, as azeitonas e, claro, as tradicionais ameixas de Elvas e a Sericaia irão adoçar a sua boca enquanto percorre estes caminhos de História, levando-o a provar, da forma mais simples, toda a complexidade dos sabores da tradição.

São muitas as opções quando se visita esta cidade e, certamente, não é possível ficar-lhe indiferente. Visitar Elvas é dar um mergulho profundo à raiz do que é ser português e conhecer as estruturas mais profundas do que torna este país um país de História. Uma visita ao centro da muralha, ao largo de uma tradição milenar e à narrativa imortal desta “Rainha da Fronteira”.

Fotos: © Kassandra2© naticastillog© paulomfpires

Etiquetas

Sobre o Autor

Marina

Marina

Viajar alimenta-nos a alma de conhecimento das coisas, dos outros e de nós próprios. Gostava de viver mil anos para conhecer mil destinos!
É a escrita que me compensa o sonho quando a realidade tarda.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook