Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > 10 estações de comboio a não perder

O que ver

10 estações de comboio a não perder

10 estações de comboio a não perder
Março 06
08:00 2017

São lugares com muita azáfama, com muito sentimento: os que chegam e os que partem e se despedem com aquele beijo interminável…Estampas carregadas de fascínio com um extra de beleza se forem obtidas nas seguintes estações: dez das estações de comboio mais preciosas do mundo.

10 estações de comboio a não perder

1. Porto-São Bento, Porto

porto-sao-bento-oporto

É das mais geniais do país, com as paredes revestidas de azulejos – mais de 20.000, pintados por Jorge Colaço – onde se evocam passagens importantes da história de Portugal: batalhas épicas, desembarques estóicos, coroações marcantes, cenas campestres do passado recente do país…Inaugurada em 1916, converteu-se em paragem obrigatória para todos aqueles que visitam a cidade.

2. Grand Central Terminal, Nova Iorque

grand-central-terminal

Quem nunca viu nalguma série de televisão, ou no cinema, este edifício único? Ir a Nova York e não visitá-lo deveria ser passível de multa. É um reflexo da vida frenética de Manhattan, e dos incessantes movimentos pendulares de pessoas. Todos os dias mais de 100.000 pessoas passam pelas suas emblemáticas escadarias. O Vanderbilt Hall, com mais de 1.100 metros quadrados e um tecto estrelado, é a galeria mais conhecida.

3. Chhatrapati Shivaji Terminus, Bombaim

chhatrapati-shivaji-bombay

Um palácio gótico em plena Bombaim que serve de camuflagem a uma estação de comboio. O edifício foi projectado pelo arquitecto Fredrick Williams Stevens, que teve como inspiração a Europa medieval, polvilhada com detalhes vitorianos, e uma ou outra nota indiana. Declarado Património Mundial pela UNESCO.

4. Los Angeles Union Station, Los Angeles

union-station

É ver para crer, uma igreja por fora, com um coração de ferro, mármore e carris! A estrutura e fachada da Union Station de Los Angeles são provavelmente das mais extravagantes pela singularidade da sua concepção. Parece um templo sagrado, construído em 1939. Os seus arquitectos pensaram num estilo colonial holandês. Tem pátios ajardinados como salas de espera, tendo servido de cenário a filmes como, Pearl Habor ou Blade Runner.

5. St. Pancras International Railway Station, Londres

st-pancras-international-railway-station

Se subirmos a bordo de um qualquer comboio aí estacionado – muito provavelmente um Eurostar – desembarcaremos em Bruxelas ou Paris. Alguém interessado? Está situada no coração da capital Londrina e o edifício destaca-se claramente pelo seu estilo neogótico de tijolo vermelho. No seu interior, todos turistas deveriam tirar uma foto ao casal de namorados abraçados, uma obra com 9 metros de altura, do artista Paul Day.

6. Estación de Atocha, Madrid

estacion-de-tren-madrid-atocha

A capital Espanhola tem uma das estações ferroviárias mais emblemáticas do país, com um jardim botânico no seu interior, que alberga mais de 500 espécies vegetais e animais. A conhecida estação de Atocha encontra-se no coração da cidade, muito perto do Paseo del Prado – e dos Museus Reina Sofia e El Prado – tendo sido inaugurada em 1851. Pelas suas instalações, todos os anos, passam milhões e milhões de pessoas.

7. Station Antwerpen-Centraal, Antuérpia

estacion-central-amberes

Construída no final do século XIX, a partir do exterior até poderíamos pensar que se trata de um magno palácio. Estamos perante um impressionante edifício barroco, de 185 metros de comprimento e 44 metros de altura. No topo, tem como acabamento uma magnífica cúpula envidraçada.

8. Gare du Nord, Paris

gare-du-nord-paris

É a maior estação de comboio de Paris, e a mais bonita. Foi inaugurado em 1846 e por ela passam centenas de milhares de pessoas diariamente. De estilo neoclássico moderno, na sua majestosa fachada podemos encontrar até 23 estátuas de escultores famosos. Da chancela do arquitecto Jacques Hittorf.

9. Kyoto Station, Kyoto

kyoto-station

Pode acontecer que nos surpreenda a envolvente ao desembarcar aqui. De tal forma que nos leve a pensar que nos tenhamos equivocado na paragem e chegado…ao futuro? A Estação de Kyoto parece ter sido produto da imaginação de argumentistas de Hollywood: um filme de ficção científica no qual se viaja ao futuro. Cubos de vidro e aço, painéis metálicos e a tecnologia mais avançada, sem esquecer as centenas de lojas para aproveitar os tempos de espera.

10. Kuala Lumpur Railway Station, Kuala Lumpur

kuala-lumpur-railway-station

E do futuro regressamos ao passado, concretamente a 1910, quando se finalizou a construção desta formidável estação, uma harmoniosa fusão de estilos orientais e ocidentais, assinada pelo arquitecto britânico Arthur Benison Hubback. No seu interior podemos encontrar um pequeno museu ferroviário que vale a pena visitar.


© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook