Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Etiópia – viajar pelas terras do Preste João

O que ver

Etiópia – viajar pelas terras do Preste João

Etiópia – viajar pelas terras do Preste João
Janeiro 05
07:58 2016

Decorria o século XII quando chegaram a Roma os primeiros relatos de um grande rei cristão, cujo reino ficaria algures entre a Ásia ou África. Este, detentor de um poderoso exército, de uma fonte da juventude e de riquezas imensas, viria um dia ajudar na reconquista da cidade santa de Jerusalém. Seu nome, Preste João.

Nascia assim uma das mais famosas lendas medievais que enchia de coragem os cruzados, na esperança da chegada desse exército. Durante séculos procurou-se por este reino na Ásia Central e na Índia, mas sem sucesso. No século XIV chegou então à Europa a notícia da existência de um reino cristão no nordeste africano. Seria Pêro da Covilhã o primeiro ocidental a contactar com este povo em 1494, não tendo mais regressado a Portugal. Mais tarde, em 1520, o padre Francisco Álvares visitou a Etiópia junto com uma embaixada portuguesa, sendo o primeiro a escrever a verdade sobre este reino na sua obra “Verdadeira Informação das Terras do Preste João das Índias”. Desmistificava-se assim a lenda já que o reino cristão da Etiópia se batia para não ser esmagado pelos vizinhos muçulmanos e, anos mais tarde, seriam mesmo os portugueses a valer-lhes na batalha contra os infiéis.

Certo é que ainda hoje a Etiópia continua a ser um reino distante e um destino fora das rotas do turismo. Se este artigo despertar a sua curiosidade, como espero, procure o seu voo para a Etiópia na Rumbo e parta para a mística terra do Preste João.

 

Axum, a origem do império

É no árido norte da Etiópia que encontramos as raízes desta civilização. Axum foi a capital de um império que dominou a região por largos séculos. Na sua história é difícil separar as lendas dos factos.Campo-das-estelas-em-Axum conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

Diz-se que era daqui a bela rainha de Sabá, aquela que um dia partiu para visitar o rei Salomão, do qual teve um filho. Esse filho, Menlik, primeiro imperador da Etiópia, teria trazido com ele a Arca da Aliança, que estará guardada numa capela em Axum, longe da vista de todos. Testemunho da grandeza de outrora são as enormes estelas, obeliscos de pedra com quase 25 metros de altura erguidas sobre os túmulos dos imperadores.

A cidade de Axum é uma boa base para explorar outros locais no norte da Etiópia como as igrejas escavadas na rocha de Tigray, sobre as quais já escrevi, as ruínas pré-históricas de Yeha ou os túmulos dos santos Aba Pantaleão e Aba Liquanos.

Padre-na-igreja-de-Aba-Pantaleão-em-Axum conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

 

Lalibela, o reino dos céus

Lalibela é o ex-libris da Etiópia e motivo mais do que suficiente para uma visita ao país. De modo algum se pode estar preparado para o que aqui se vai encontrar.  No final do século XII, um rei de nome Lalibela ordenou a construção de igrejas recorrendo a uma técnica singular: em vez de construídas em altura, estas seriam escavadas na rocha a partir de um único bloco de pedra.

conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

Não faltam lendas em torno destas obras que sugerem que a sua construção foi auxiliada por trabalhadores celestes que faziam o turno da noite. Conta-se que uma delas foi mesmo construída numa só noite pela rainha, auxiliada por anjos.

Igreja-de-São-Jorge-em-Lalibela conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

Igreja-de-São-Jorge-em-Lalibela conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

Estas igrejas dividem-se em dos grupos, um representando a Jerusalém terrena e outro a Jerusalém celeste. A mais fascinante de todas é a igreja de São Jorge, cruciforme, que devido à qualidade da rocha em que foi escavada não necessita de telhado artificial para a proteger das intempéries.

 

Gondar, castelos e guerras

Bem no interior norte da Etiópia encontramos uma das nascentes do Nilo: o lago Tana, de onde parte o Nilo Azul. Nas margens e ilhas deste lago são uma constante as igrejas e mosteiros. Ainda que em tristes ruínas, uma delas está intimamente ligada a Portugal: as ruínas da igreja de Gorgora Nova são o testemunho que resta da presença portuguesa na Etiópia e da tentativa dos Jesuítas de imporem o catolicismo aos etíopes.

Castelo-de-Gondar conhecer etiopia, igrejas etiopia, igrejas escavadas na rocha etiopia, etiopia, etiopia preste joao

Depois da expulsão dos portugueses e demais povos europeus, o rei Fasiladas estabeleceu a corte na cidade de Gondar, 50 quilómetros a norte do lago Tana. Com o conhecimento absorvido das várias culturas que por ali passaram, edificou-se assim um dos mais imponentes castelos de África, hoje classificado como património da Humanidade.

Muito mais há para explorar no enorme país que é a Etiópia. Aliás, a sua dimensão e a precaridade das infraestruturas são o principal entrave para os viajantes. É quase obrigatório fazer algumas viagens internas de avião ou, ter muito tempo para, por terra, percorrer locais como a mítica cidade sagrada de Harare, o deserto de Danakil com os seus vulcões e minas de sal ou conviver com as tribos do vale de Omo no sul do país.

Etiquetas

Sobre o Autor

Samuel Santos

Samuel Santos

Em 2005 viajou até à Guiné com um grupo de escuteiros e, o contacto com aquele continente marcou-o de tal forma que no ano seguinte regressou, de carro. Decidiu começar a escrever o blog "Dobrar Fronteiras" (http://www.dobrarfronteiras.com/) com o intuito de inspirar e ajudar aqueles que lhe queiram seguir as pisadas. Acredita que viajar é para todos e sempre que pode, põe a mochila às costas e vai viajar.

2 Comentários

  1. Filipe Morato Gomes
    Filipe Morato Gomes Janeiro 05, 18:41

    Excelente texto, Samuel. Tenho viagem marcada para o final do ano, vou finalmente conhecer a Etiópia. Abraço 🙂

    Responder a este comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook