Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Fim-de-semana em Santiago de Compostela

O que ver

Fim-de-semana em Santiago de Compostela

Fim-de-semana em Santiago de Compostela
Março 03
14:00 2015

Qualquer altura é boa para visitar Santiago de Compostela, mas se não gosta de confusão evite as datas com celebrações fixas.

Para quem gosta de estar presente nas maiores festas, pode marcar já na sua agenda: de 15 a 31 de julho, decorrem as Festas do Apóstolo, em Santiago de Compostela. São consideradas de Interesse Turístico Internacional e têm como ponto alto o dia 25 de julho, data em que decorre a Oferenda Régia Nacional, que inclui a Missa Pontifícia e o Botafumeiro na Catedral compostelense.

hoteis baratos santiago compostela

Praça do Obradoiro e Catedral

A noite do dia 24 de Julho, é de grande festa e fogo de artifício na Praça do Obradoiro.

Como começou Compostela a ser local de peregrinação? Conta a história que, os restos mortais do apóstolo decapitado, em Jerusalém, foram levados para parte incerta em terras da Galiza. No entanto, diz-se que Pelágio os encontrou por volta do século IX, ao seguir umas luzes que apareceram no céu, e que lhe indicavam o caminho.

Por ter sido considerado um milagre, o rei mandou construir uma capela dedicada a Santiago e foi o seu primeiro peregrino. Durante as variadas guerras, as igrejas eram também alvo de destruição e o túmulo acabou por ter de ser transportado para a atual Catedral, que começou a ser construída em 1075. Foi também uma forma de conseguir receber todos os fiéis seguidores num só espaço.

hoteis baratos santiago compostela

Placa Caminho de Santiago

O número de peregrinos crescia, de ano para ano, e vinham de todos os pontos do mundo. Os caminhos delineados, na altura, mantiveram-se até aos dias de hoje como Caminhos de Santiago de Compostela. Na altura, quem conseguisse chegar a Compostela e visitasse a Catedral (fazendo o Caminho) tinha direito a absolvição dos seus pecados, durante o Ano Xacobeo ou Jubileu. E quem fizesse o Caminho recebia um documento que permitia ter um teto onde ficar de forma gratuita.

O que é o Ano Xacobeo ou Jubileu?

Em 1428, o Papa Martim V determinou que os anos santos compostelanos aconteciam quando o dia 25 de julho calhasse a um domingo – é o Dia de Santiago. E isso acontece a cada 5, 6, 5 e 11 anos. O próximo é em 2021.

Esta celebração tem um significado muito importante já que os fiéis que visitarem o templo, durante o Ano Xacobeo, têm o perdão das penas saídas da confissão. Para isso, o visitante terá de rezar, confessar e comungar perante o Apóstolo Santiago.

hoteis baratos santiago compostela

Universidade Santiago de Compostela

Santiago de Compostela é também uma cidade com um ambiente jovem, muito devido à sua Universidade. À noite, as ruas do centro histórico (cheias de casas de tapas e bares) enchem-se de gente de copo na mão, quer faça frio ou calor.

Os mesmos sítios onde se provam umas tapas ficam abertos, até mais tarde, também para matar a sede. A ideia é ir passeando e parando em diversos sítios.

E se, no verão, há menos estudantes – porque estão de férias escolares – há muito mais turistas, por isso, Santiago tem sempre muita gente de visita. Antes de visitar Santiago de Compostela não se esqueça de reservar um dos muitos hotéis baratos que a Rumbo tem na sua página.

O que deve visitar em Santiago de Compostela?

Comece por passear no pitoresco centro histórico e por ficar a conhecer a sua imponente Catedral, praça, e descobrir toda a história relacionada com este lugar de peregrinação. A catedral foi construída entre 1075 e 1128 e conservou o estilo românico mesmo depois de, ao longo de vários séculos, terem sido acrescentados outros estilos arquitetónicos.

Ao passar pela Praça da Quintana repare que está dividida em dois espaços: a Quinta de Vivos e a Quintana de Mortos. É aqui que está a Porta Santa, datada do século XVII.

Visite ainda o antigo Convento (beneditino) de San Martiño Pinario, construído entre os séculos XVI e XVIII e considerado o maior da Galiza. Também pode ficar a conhecer a Capela de Animas, que acolhe esculturas em terracota, e o Hostal dos Reis Católicos, fundado em 1492 e que era o antigo Hospital real. Hoje é o edifício do Parador Nacional.

Sendo Santiago de Compostela uma terra religiosa não surpreende a quantidade de igrejas e conventos que lá existem. E todos têm motivos de visita, por razões históricas ou artísticas. São exemplo disso: o Convento de Ensinanza (séculos XVIII-XIX); o Convento das Mercedarias (século XVII, com destaque para a cena da Anunciação na fachada); o Convento de San Domingos de Bonaval (edifício original do século XII, com construções entre os séculos XIV, XVII e XVIII, e atual sede do Museu do Povo Galego); o Convento de São Francisco (século XVI); o Convento de San Paio de Antealtares (atual Museu de Arte Sacra); o Convento de Santa Clara (séculos XVII e XVIII); e o Convento de Santo Agostiño (século XVII).

hoteis baratos santiago compostela

Uma das muitas ruas do “casco antiguo” que nos levam até à Catedral

São também muitas as Igrejas em Santiago de Compostela, mas algumas das que têm maior interesse são a Igreja de San Bieito (século X); a Igreja de San Fiz de Solovio (edificação atual do século XVIII, com pórtico românico do século XIII); Igreja San Miguel dos Agros (século XIX); a Igreja de Santa Maria do Camiño (século XVII); e a Igreja de Santa Maria Salomé, que reúne vários estilos, desde a porta românica ao pórtico do século XVI.

Também existem muitos Museus, em Santiago de Compostela, que merecem uma visita: o Museu da Catedral, com a história de Santiago e da construção da Catedral; o Museu do Pobo Galego, com exposição da arqueologia, arquitetura e cultura galegas ao longo dos tempos; Museo das Peregrinacións e de Santiago; o Centro Galego de Arte Contemporânea (CGAC) teve projeto do arquiteto português Álvaro Siza; e o Museo de Terra Santa, no convento de São Francisco, apresenta a história da Terra Santa e do Estado de Israel.

hoteis baratos santiago compostela

Alonso III de Fonseca, Arcebispo de Santiago de Compostela

Passeie também pelo centro histórico de Santiago de Compostela para desfrutar do ambiente místico desta cidade. Tem muitos espaços verdes para relaxar, se o tempo permitir, e alguns com miradouros com vistas imperdíveis, como é o caso de San Domingos de Bonaval e a Alameda.

Também no centro histórico vai descobrir o comércio tradicional, com lojas ligadas ao negócio religioso, artesanato, antiguidades e espaços gastronómicos. Também deve fazer uma visita ao Mercado de Abastos, onde pode provar os queijos e enchidos espanhóis e as tartes doces de Santiago. Este mercado abriu em 1937. Além de poder comprar para levar consigo, o mercado tem bares e esplanadas para degustar as tapas calmamente.

hoteis baratos santiago compostela

Vista da Catedral e zona antiga da cidade

Etiquetas

Sobre o Autor

Susana Ribeiro

Susana Ribeiro

Jornalista, adora contar histórias e é uma apaixonada por viagens. Susana Ribeiro encontra sempre um pretexto para passear. Depois de escrever, para vários órgãos de informação, sobre turismo, gastronomia, vinhos e viagens... decidiu colocar todas as suas dicas no ViajeComigo.com. As suas sugestões são para incentivar outros a descobrirem novas paragens. Por isso, diz: "Há sempre um sítio novo para conhecer, nem que seja na sua própria cidade. Cada viagem e viajante são singulares. Conheça o mundo à sua maneira".

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook