Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > Curiosidades > Homens e Mulheres em viagem: 7 diferenças!

Curiosidades

Homens e Mulheres em viagem: 7 diferenças!

Homens e Mulheres em viagem: 7 diferenças!
Julho 20
09:10 2016

Quando alguém escreveu que os homens são de Marte e as mulheres de Vénus não andaria muito longe da realidade…Há muita verdade nessa metáfora! Há pessoas que se deixam levar mais pelas emoções enquanto outras se guiam mais pela razão, há aqueles que desfrutam ao máximo com pequenas coisas ao passo que outros necessitam de subir ao nível do espampanante para alcançar a satisfação… Não nos referimos a ninguém em concreto, amigos viajantes, mas seguramente que, numa ou outra situação, se inclinaram mais para um dos lados. Embora não seja nosso apanágio generalizar, existem diferenças – mais do que se possa imaginar – que se manifestam com evidência, entre eles e elas, na hora de viajar.

Queres ficar a saber sete – ainda que se pudessem encontrar muitas mais – quando se trata de ir de férias?

1. A mala que nunca fecha ou essa mochila em que cabe tudo. Os items ‘pelo sim pelo não‘ fazem com que a bagagem de mão, que normalmente nos permitem a bordo de uma low cost, seja demasiado pequena para as mulheres. “E se chove?”; “Fará muito calor?”; “À noite seguramente que arrefece”; são exemplos de perguntas retóricas. Diga o que se disser já têm a resposta. Apenas verbalizam as suas cogitações para reafirmar a decisão de colocar, tanto a t-shirt fina de algodão como um casaco e um lenço, para esses anoiteceres em que dizem que as temperaturas baixam seguramente. Por outro lado, o pragmatismo dos rapazes nestas questões é a sua melhor qualidade, uma vez que se adaptam perfeitamente às medidas 55x35x20 da bagagem de mão. No fim das contas, elas acabam por meter coisas suas na mala deles.

malas para viajar, viagem

2. Qualquer situação é ideal para fazer uma selfie vs “Chega de fotos, por favor”. As meninas adoram pegar no telefone e fazer aquilo que, até recentemente, era simplesmente um ‘auto-retrato’. Eles, por norma, não são tão adeptos de imortalizar cada passo que se dá. Claro que na mochila das ladies não pode faltar o selfie stick, o que motiva reclamações por parte do namorado/marido ou companheiro de viagem, quando o sacam pela sétima ou oitava vez no mesmo dia. Verdade, verdadinha!

3. Umas ‘compritas’ são sempre bem-vindas por qualquer turista…ou não é assim? Há sempre aquelas viajantes que pensam que uma escapadela não fica completa se não soltarem dinheiro em cativeiro na carteira (ou na conta bancária), mas não em busca de lembranças para a família…Não! Mas sim nas lojas que são, normalmente, de marcas de prestígio que também podem encontrar bem perto de casa. Há aqueles que assobiam para o lado e aqueles que se insurgem…

shopping em viagem

4. Esses ‘templos sagrados’ do desporto deviam figurar em qualquer guia turístico: onde habitualmente até constam. Se aparece será por alguma razão – poderás pensar se fores daquelas(es) que não morre muito de amores por futebol – e como tal, não podes abandonar Barcelona sem ver o Camp Nou, Londres sem visitar Wembley ou Paris sem ver, in loco, o Stade de France.

5. Museus… e se forem os da cerveja todos ficam contentes. As preferências na hora de planear um itinerário pela cidade que se está a visitar divergem substancialmente entre homens e mulheres. O que vale é que eles se deixam conduzir por elas, que acabam sempre por querer incluir no seu Top Ten de locais a visitar, um ou outro museu: seja porque gostam de arte ou pelo facto de que não soará muito bem dizer que estiveram em Paris e não visitaram o Louvre. O que seguramente ele não deixará passar em claro é estar, por exemplo, em Amesterdão, e não dar um salto à Heineken Experience, verdade ou mentira?

6. Não parto sem o meu guia, a programação e as entradas antecipadas. Há que admiti-lo: as mulheres costumam ser mais organizadas, sempre de agenda em riste. Nas férias não poderia ser de outra maneira: compram um daqueles manuais onde se saca o essencial do destino, com um mapa para ‘não perder o norte’ e, nos sítios que necessitem de entrada comprada com antecedência, já os levam reservados a partir de casa. E o ‘atrelado’? Deixa-se ir com a corrente…Se é para ir, vai-se!

viagem com namorado

7. Cozinha tradicional vs. bebida típica. Elas não querem voltar sem comer algo “típico” da zona. Já eles não pensam regressar a casa sem tomar provar um trago da cerveja local ou do vinho famoso da região.

Nota da autora para evitar ferir susceptibilidades: recorremos a generalizações e a alguns estereótipos mas não pretendemos, de maneira nenhuma, ofender quem quer que seja. É um artigo escrito com humor e uma certa dose de verdade (pelo menos relativa à pessoa que assina o post!) que não procura nada mais do que suscitar um sorriso e, é claro, a alentar-vos para que continuem a viajar e a descobrir o mundo.

© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook