Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Istambul Alternativa: 3 ideias para fugir dos percursos turísticos

O que ver

Istambul Alternativa: 3 ideias para fugir dos percursos turísticos

Istambul Alternativa: 3 ideias para fugir dos percursos turísticos
Janeiro 26
06:48 2016

Pode variar um pouco segundo as fontes, mas Istambul será certamente uma das dez cidades mais visitadas do Mundo. As maravilhas da Mesquita Azul e do Palácio Topkapi são apreciadas por uma quantidade imensa de turistas. Os passeios no Bósforo são um clássico, e a Hagia Sofia e o Palácio Dolmabahce proporcionam horas de encantamento a todos os que se deslocam a esta cidade.

Mas, e se sobrar tempo e o viajante desejar experimentar as maravilhas ocultas de Istambul? Para o ajudar nesta situação deixamos-lhe aqui quatro sugestões, formas alternativas de abordar esta enorme metrópole. Para encontrar voos baratos para Istambul, pesquise na Rumbo!

 

# 1 – O Museu Rahmi Koç

Museu Rahmi Koç, passeios alternativos istambul, visitas alternativas istambul, visitar istambul turquia, istambul turquia

(autor: Omer Unlu / Flickr Creative Commons)

Este é um museu especial, porque é sobre tudo e sobre nada, cobrindo todas as áreas que tocam o imaginário de uma pessoa. É um museu que nos liga a um mundo de aventuras, coloca-nos em contacto com objectos e pessoas que nos fizeram sonhar quando eramos miúdos. Mas não é um museu para crianças. É para todos. Lá descobrimos veleiros que deram a volta ao mundo e artefactos que recolheram pelo caminho. Carros de bombeiros, helicópteros, rebocadores. Colecções de casas de bonecas, de bicicletas de todos os tempos e carros clássicos. Comboios de brincar e comboios a sério, aviões antigos que se visitam por dentro e carroças do faroeste. Máquinas de fazer filmes de antigamente, modelos de barcos e autocarros de Londres. Cenários de vidas passadas, lojas de brinquedos, farmácias, serrações. É um mundo de fantasia que promete nos entreter durante horas a fio. E tudo isto a troco de um bilhete que custa menos de 5 Euros.

Um pouco afastado do centro, é preciso apanhar um autocarro para lá chegar. Mas é simples. Cruze a ponte que liga Pera a Sultanahmet, e entre no recinto cheio de autocarros do seu lado direito. Procure as carreiras 47, 47E, 47Ç ou 47N. As suas paragens estão juntas e são das últimas que se encontram. Saia em Kirmize Minare mas não vá a uma Segunda-feira porque o museu estará encerrado nesse dia.

 

# 2 – Vamos tomar um chá à Ásia?

Kadikoy passeios alternativos istambul, visitas alternativas istambul, visitar istambul turquia, istambul turquia

Vista aérea de Istambul

Procure um ferry para Kadikoy. Não será complicado porque este é o maior dos terminais fluviais de Istambul e situa-se na margem asiática da cidade. A bordo beba um chá, servido pelo funcionário que com uma bandeja atravessa a embarcação. Deverá custar 1 TL, 0,25 EUR. Mas calma, este não é ainda o chá asiático que prometemos. Um pouco antes de chegar, irá reparar num edifício sumptuoso na margem mais próxima. Trata-se da estação de caminhos-de-ferro de Haydarpaşa e é o nosso destino.

Terá que caminhar até lá, mas é um percurso curto e evidente que será recompensado. O edifício sofreu recentemente um incêndio que lhe destruiu o telhado mas mantém todo o seu charme. Foi inaugurado em 1872, pensado como o terminal fantástico de um projecto que nunca chegou a concretizar-se. Uma espécie de reflexo oriental do Expresso do Oriente, uma ligação entre Bagdade (por essa altura parte do Império Otomano) e Istambul.

O tráfego ferroviário encontra-se suspenso desde 2013, a estação tornou-se um espectro do seu passado. Mas pode-se visitar, entrar e absorver todas as estórias que aquelas paredes, aqueles vitrais, aquelas bilheteiras, aqueles bancos de madeira têm para nos contar. Mesmo em frente existe uma velha locomotiva, em exposição, um pequeno terminal fluvial que talvez funcione por vezes e um outro, mais antigo, na realidade tão antigo como a própria estação, que é uma peça de arte. E pelo meio um cafezinho com uma dúzia de mesas colocadas sobre as pedras de calçada, juntas à água. O local ideal para descansar um pouco, encomendar um chá e apreciar o momento antes de iniciar o caminho de retorno ao centro.

 

# 3 – Mergulhar numa Istambul Provinciana

passeios alternativos istambul, visitas alternativas istambul, visitar istambul turquia, istambul turquia

A proposta número três é muito simples, envergonhada até. Não envolve grandes detalhes, é apenas um passeio a pé, mas certamente ficará surpreendido com o que verá.

Se quiser chegar de metro saia na estação de Haliç, aquela que fica precisamente a meio do “Corno Dourado”. Se vier a pé, ponha-se na margem oposta a Pera, depois de atravessar a ponte sobre esta reentrância do Bósforo. Seja como for, suba, à aventura, colina acima, aponte à boca do túnel do metro que se interna de novo na terra depois de uma visita à superfície. Só isso. Explore as ruelas e escadinhas que encontrar.

A este bairro chama-se Küçük Pazar e tem um sabor a aldeia que contrasta com o bulício urbano da grande cidade. Ali verá velhas casas de madeira, algumas pintadas em cores brilhantes, em redor das quais circulam descontraidamente gatos e galinhas. Em ser redor o cenário será bucólico, um instantâneo da vida quotidiana de outros tempos. Poderá terminar este passeio junto à enorme mesquita de Suleyman, que já terá visto de cá de baixo, sem saber bem como alcançar.

Etiquetas

Sobre o Autor

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro: Nasceu e cresceu em Lisboa. Foi para o Algarve. Licenciou-se em História, andou dez anos com os galões dourados da Armada, até que mandou as rotinas à fava e passou a fazer websites. Agora está aqui, pronto para partilhar o que viu no Planeta. Lê, vê cinema, anda de moto 4, faz Geocaching e é Couchsurfer.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook