Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Kulturnatten, a noite cultural de Copenhaga

O que ver

Kulturnatten, a noite cultural de Copenhaga

Kulturnatten, a noite cultural de Copenhaga
Outubro 03
09:48 2016

A primeira vez que ouvi falar da Kulturnatten, a noite cultural de Copenhaga, fiquei super curiosa. Porque enquanto ouvia a minha amiga portuguesa a viver na Dinamarca falar sobre o evento, conseguia sentir todo o seu entusiasmo.

O conceito pareceu-me logo fantástico: uma noite inteira em que as lojas, os museus, as associações, os cafés, as ruas estão cheias de adultos e crianças a assistir a espectáculos, actividades, visitas especiais.

lojas-abertas

Uma grande festa cultural interessante para a família toda, em Outubro, num país nórdico? Quase me parecia maravilhoso demais para ser verdade!

Fui pesquisar mais. E fiquei encantada com todas as imagens, com todos os relatos que encontrei. Não resisti e marquei viagem. Acho que precisava de ver com os meus próprios olhos.

Voltei com as expectativas todas preenchidas sobre a dinâmica do acontecimento, pois o ambiente que se vive em Copenhaga nessa noite especial é realmente único.

peddy-paper

A Kulturnatten é uma festa anual com centenas de eventos culturais para a família inteira participar. Concentrados numa só noite.

Acontece sempre na sexta-feira do mês de Outubro em que as escolas fecham para uns dias de férias (o chamado autumn break, ou seja as mini-férias intercalares entre o início das aulas em Agosto e as férias em Dezembro). Em 2016, está marcado para dia 14 de Outubro.

Dura cerca de 12 horas (das 17h às 5h) e oferece acesso a espectáculos ao ar livre, lojas, museus, galerias ou instituições em horários e actividades especiais no âmbito da sua temática (jogos, passeios, visitas, exposições, concertos).workshops-kulturnatten

É pois uma forma diferente de conhecer Copenhaga e até a oportunidade de visitar alguns lugares normalmente vedados ao público.

O que mais gostei foi mesmo de ver a completa envolvência de toda a cidade e de ter a oportunidade de vivenciar todo aquele alegre movimento nas ruas, num ambiente muito informal, descontraído e de autêntica celebração em família.

As lojas de portas abertas, com workshops a decorrer para quem quisesse participar. A animação da rua Stroget (considerada a mais longa rua de comércio pedestre da Europa) cheia de carrinhos a vender especialidades como são as amêndoas caramelizadas quentes e torradas.

amendoas-carmelizadas

Também reparei como estavam super bem preparados para receber turistas nas várias actividades agendadas, já que o material utilizado tinha sempre a versão dinamarquesa e a inglesa. O que foi importante para manter o interesse e a participação da minha família portuguesa na festa.

Com a compra do bilhete (um crachá que custou cerca de 12 euros, grátis para crianças até aos 12 anos) ficámos então com direito a entrar nos monumentos, eventos e transportes públicos de Copenhaga durante aquela noite.

Foi fácil de entender por onde se espalhavam os festejos, pois a cidade estava dividida em várias zonas, com mais de 650 lugares diferentes aderentes à Kulturnatten.

museu-kulturnatten

Mas o meu conselho é para que escolham uma zona e se foquem apenas nela. Pois é realmente impossível de ver ou fazer tudo o que está programado.

No ano que visitámos a Kulturnatten, escolhemos a região central da cidade, conhecida como Indre By. E das várias actividades que lá fizemos, destaco:

  • O peddy paper no Museu NY- Carlsberg, um jogo muito divertido que fez as crianças percorrerem as várias salas do museu à procura de respostas para as pistas e perguntas que eram colocadas
  • A visita à City Hall (a Câmara Municipal), com acesso livre a um dos mais emblemáticos edifícios de Copenhaga

camara-municipal

  • Os jogos na Rundetarn (a Torre Redonda), com várias actividades didácticas que mantinham as crianças empenhadas em finalizá-las

Ao passar por todos estes estabelecimentos, fui-me apercebendo da simpatia, disponibilidade e interacção entre os visitantes e os funcionários. E até entre as várias famílias que lá se íam encontrando nas actividades. Sem dúvida, que fomos sempre tratados como parte integrante da grande festa que estava a acontecer.

O que contribuiu para que esta viagem nos ficasse na memória de uma forma tão positiva. E como nota para futuro, sei que um acontecimento social, cultural ou desportivo pode dar um bom pretexto para conhecer novos destinos, populações e hábitos em família. Se puderem, um destes dias experimentem.

sinal-kulturnatten

Sobre o Autor

Joana Batista

Joana Batista

Aos 21 anos fez a sua primeira grande viagem a solo, ficando a morar e a estudar um ano nos Estados Unidos. Hoje partilha o constante olhar curioso pelo mundo com os seus dois filhos. Decidiu criar o ViajarEmFamilia.com precisamente para inspirar e tentar ajudar, com muitas dicas e sugestões, outras famílias que também gostam de explorar destinos especiais em Portugal, na Europa e no Brasil. E demonstrar assim que viajar em família além de ser possível, pode ser bastante divertido!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook