Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > Conselhos de Viagem > O que levar para o primeiro safari

Conselhos de Viagem

O que levar para o primeiro safari

O que levar para o primeiro safari
Fevereiro 17
09:40 2017

Quem nunca sonhou em perder-se pelo Masai Mara ou Tsavo, dois dos parques naturais mais espectaculares de África? Pela experiência que vivi posso dar-vos vários conselhos – espero que úteis – para aproveitar ao máximo a aventura que idealizam todos os entusiastas de viajar. Essa palavra – viagem – não é nada mais, nada menos, que o significado em Swahili da palavra “safari”. E para encontrar voos baratos para começar o seu primeiro safari, use o site da Rumbo.

1. Bagagem ligeira.

Para começar, um aviso aos aventureiros: devem preparar a mala/mochila pensando em levar apenas o essencial, no conforto, na possibilidade de que os veículos em que se vão deslocar não possuírem porta-bagagens espaçosos, de que certamente viajarão com outras pessoas a bordo – que pode ser eventualmente um grupo grande – e que todos têm que poder colocar a sua bagagem no jipe. O melhor mesmo é levar uma mochila mediana onde vos garanto que irá caber o essencial.

vestuario-safari

2. Vestuário, o que levar?

Devem contar com roupa versátil e ter em conta que pela manhãzinha, normalmente, faz bastante frio, uma vez que as temperaturas descem a pique. Os tours têm início por volta das seis da manhã – depende da empresa com a qual os contratem, é claro – e à noite o frio também se faz sentir. Dito isto, levem algum polar para se agasalharem quando começar a raiar o dia e para o anoitecer, e mangas curtas, ou mesmo caveadas para durante o dia. Calçado confortável, um chapéu, ou mesmo um lenço para a cabeça, pensando em protegerem-se do sol e evitar que levem metade do deserto emaranhada no cabelo, mudas de roupa interior e de banho, para o caso de se poder dar um mergulho nalguma paragem ou o hotel ter piscina, como foi o meu caso.

3. Protector solar e protector labial.

protector-solar-safari

É fundamental levar loções para se protegerem dos raios solares, porque o sol brilha com intensidade, praticamente todo o ano. Ao passar horas e horas expostos nos períodos de maior incidência podem queimar-se. Para evitá-lo basta aplicar cremes protectores, tanto para o rosto como para o corpo e lábios.

4. Kit de emergência.

Não será nada má ideia levar um necessaire com alguns comprimidos para a dor de cabeça ou para o enjoo – nos veículos que costumam utilizar para os safaris os solavancos são uma constante pelo que, facilmente, podem ser importunados por uma enxaqueca –, soro oral, pensos ou ligaduras, para melhor acondicionar alguma ferida ou bolha de água… Ah, e repelente de mosquitos! Dependendo da época do ano e a hora do dia em que estejam a fazer o safari podem ser realmente irritantes e até perigosos (fundamental investigar qual o risco de contágio de malária e/ou outras doenças associadas com picaduras).

4. Binóculos.

O quanto me arrependi por não ter comprado uns! Acredito que não considerem algo importante, mas na minha opinião são imprescindíveis para desfrutar ao máximo a experiência ‘safari’. No mercado poderão encontrar binóculos com boas lentes a preços bastante acessíveis para a maioria das carteiras: de 25 a 30 euros.

binoculos-safari

6. Câmara fotográfica.

Alguns acreditam que o smartphone é suficiente, mas se gostarem de fotografia tanto como eu não hesitem em levar a câmara. Na verdade, até pode ser um bom pretexto para “investir” numa objectiva de longo alcance para captar fotografias que irão valer a pena. Por falar nisso, não se esqueçam de levar a bateria carregada, outra de reserva e cartões de memória de reposição. Vão fazer tantas fotos que os vão encher num ápice.

camara-fotografica-safari

7. E paciência, muita paciência …

Para poder desfrutar do maior espectáculo do mundo, a Natureza no seu estado puro, há que ir bem guarnecido de uma boa dose de paciência. Não esperem que os animais vão passando diante de vocês, ordeiramente. Esqueçam lá isso. Pode levar horas e horas para começar a “caçar” elefantes, zebras, girafas ou leões, os “mais procurados” da savana. Não desesperem que eventualmente todos “desfilarão”. O amanhecer e o entardecer são os melhores momentos do dia.


 

© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook