Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > República Checa: Paraíso de Caminhantes

O que ver

República Checa: Paraíso de Caminhantes

República Checa: Paraíso de Caminhantes
Junho 24
08:58 2016

As maravilhas da República Checa são evidentes. A sua capital é uma das cidades mais bonitas da Europa, tendo sido poupada à destruição que a Segunda Guerra Mundial semeou por quase todo o continente.

Mas outras referências, como Olomouc, Cesky Krumlov, Pilsener e Karlovy Vary têm atractivos suficientes para chamar a si suficientes visitantes.

O que muitos não sabem, até porque não costuma constar de guias de viagem e dos programas de promoção do turismo oficial, é que a República Checa oferece condições ideais para a caminhada, não só pelas condições inatas mas também pela forte organização que rodeia esta prática no país.

Um pouco de história

caminhadas na república checa

Talvez existisse já uma certa predisposição, mas foi depois de 1948 e da instituição da ditadura comunista que os checos desenvolveram o gosto pela caminhada.

Impedidos de sair do país para conhecer mundo, este povo profundamente curioso virou-se para o seu próprio país, levando a sério a velha máxima que por cá usamos: “Vá para fora cá dentro”.  Infelizmente para eles tiveram que adoptar este mandamento de forma forçada, mas foram desde então criados mecanismos e hábitos que hoje são muito valorizados.

A Caminhada na República Checa

Há algo de extraordinário num país onde existem mais membros na Federação de Caminhada do que na Federação de Futebol. São cerca de 40.000 e são eles que mantém um igual número de quilómetros de trilhos devidamente sinalizados e limpos.

Em qualquer quiosque de revistas se encontram mapas especializados para a prática de caminhada, com todos esses trilhos marcados, com pontos de interesse assinalados, e tudo em grande escala. Existem mesmo lojas especializadas, dedicadas à cartografia, onde se podem encontrar destes mapas para qualquer quadrícula do país.

Dá uma certa ajuda que a rede de transportes públicos seja vasta e funcione na perfeição e a baixo custo. A partir da Internet podem ser planeados os transportes para o ponto de início de uma caminhada e a forma como regressar a casa, tipicamente à grande cidade. Há horários, preços e todas as ligações. Depois, basta preparar a merenda e de manhã cedo iniciar a jornada.

Essa é outra cena digna de registo: enquanto em qualquer outra cidade europeia as primeiras composições de metro num sábado de manhã são usadas por profissionais que acabam de sair do seu turno de trabalho ou por jovens que regressam de uma noite de festa, em Praga estão cheias de energia positiva, de gente que se dirige a pontos de encontro. Perto das principais estações ferroviárias e rodoviárias, há amigos que se abraçam, pessoas que correm a comprar os últimos abastecimentos numa loja de conveniência… é uma sociedade talhada para a caminhada que se manifesta.

Onde Ir?

caminhadas na república checa

Existem inúmeras possibilidades. Quando se pensam que existem dezenas de milhares de quilómetros de caminhos próprios para a caminhada, isso torna-se desde logo evidente.

Uma boa forma de iniciar o plano é usar o website checo Mapy.cz, uma espécie de Google Maps que contudo tem uma particularidade: inclui toda a informação que se encontra nos mapas especializados de grande escala. Ali se podem seguir os trilhos, divididos por cores, e preparar calmamente o passeio. Além de mais, pode-se instalar a App do Mapy.cz e consultar todo o mapa offline, uma vez no terreno.

Apesar da multiplicidade de opções podem-se referir zonas de especial interesse. Tempos, por exemplo, Cesky Raj, que significa “paraíso checo”. A cerca de 100 km a norte de Praga esta zona montanhosa oferece uma riqueza de experiências sem igual. Desde palácios, passando por formações rochosas fabulosas, castelos medievais construídos nos cumes mais incríveis… e, claro, muita floresta, lagos, casas rurais centenárias, fruta silvestre à espera de ser colhida.

São quilómetros e quilómetros que podem ser conjugados de formas diversas, nem sendo necessário o caminhante preocupar-se com o retorno. Há sempre transporte público do lado de lá.

Outro passeio bastante interessante inicia-se bem perto de Praga. Leva-nos por pedreiras abandonadas, em tempos servidas por prisioneiros políticos do regime comunista, por florestas e riachos de águas cristalinas. Podemos explorar uma antiga base soviética de mísseis, passando perto do castelo de Karlstejn, um equivalente checo ao nosso palácio da Pena, onde são mantidas as jóias da coroa. Termina esta caminhada em Svety Jan Pod Skalou, que se traduz em algo como São João sob o Rochedo. Uma aldeia que se formou em redor de um antigo mosteiro construído no interior da rocha, no sopé de uma formação montanhosa do topo da qual poderemos fazer um picnic.

Estas são apenas algumas ideias, mas todo o país tem muito a oferecer aos amantes do pedestrianismo. É um segredo bem escondido mas de enorme valor.

Com vontade de conhecer este paraíso para os amantes das caminhadas? Encontre já o seu voo barato para Praga!

Etiquetas

Sobre o Autor

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro: Nasceu e cresceu em Lisboa. Foi para o Algarve. Licenciou-se em História, andou dez anos com os galões dourados da Armada, até que mandou as rotinas à fava e passou a fazer websites. Agora está aqui, pronto para partilhar o que viu no Planeta. Lê, vê cinema, anda de moto 4, faz Geocaching e é Couchsurfer.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook