Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
 Últimas Notícias
Home > Conselhos de Viagem > Toscânia no Outono: Escapadela só para românticos!

Conselhos de Viagem

Toscânia no Outono: Escapadela só para românticos!

Toscânia no Outono: Escapadela só para românticos!
Novembro 14
08:47 2016
5
SHARES

Se há um destino que compete em romantismo com Paris, para nós não é Roma, nem Veneza, nem mesmo a nossa querida e melancólica Lisboa…Toscânia! Pode haver algo mais especial do que pôr rumo a esta região da Itália?

Neste mini-guia queremos incitar-vos a surpreender a vossa cara-metade com uma escapadela ímpar, informação prática – esperemos que de utilidade, também – para surpreender @ voss@ companheir@ este Outono. Vamos lá?

1. Transporte. Há várias opções para lá chegar. No meu caso, as duas vezes que viajei até à Toscânia, aterrei em Roma, pois é relativamente fácil encontrar voos baratos para a capital italiana. Já a partir daqui, o ideal será alugar um carro para fazer um itinerário pelas povoações mais encantadoras da região. Outra opção é procurar voos baratos para Florença, desembarcando no Aeroporto de Peretola, ou no de Pisa. Afinal, são os que mais se destacam da região.

2. Roteiro Toscano a seguir. Há numerosos lugares e localidades ideais para se perder por estas bandas. Estão distribuídos pelas dez províncias da região, com especial relevo para as de Florença, Livorno, Lucca, Pisa e Siena.

Montepulciano.

Montepulciano.

Entre as minhas paragens obrigatórias favoritas e, como tal, imperdíveis estão: Montefioralle, de ar medieval, entre colinas e vinhedos; Montepulciano, perto de Siena, coroando uma colina e com magníficos palácios renascentistas, igrejas, praças e terraços com vistas espectaculares sobre a paisagem campestre; Pienza, um dos que ostenta a distinção ‘Património Mundial da UNESCO’, jóia renascentista que impressiona pela sua tranquilidade e beleza; Siena, uma imprescindível jóia da zona sul da Toscânia que é mais citadina que campesina, com as suas ilustres, Piazza del Campo e Catedral; San Gimignano, muito próximo da anterior, a cidadela medieval mais bem preservada; Monteriggioni, é um município amuralhado e com proeminentes torres medievais, fundado no século XIII e que se conserva em perfeito estado.

3. Onde hospedar-nos? Claro que tudo vai depender do caminho que decidamos fazer. Como sugestão aponto La Foce, na parte mais discreta e menos turística da Toscânia. Magnífica propriedade de beleza fora do comum, em Chianciano Terme, Siena. Outro dos lugares mais mágicos é Villa di Vignamaggio, uma mansão renascentista onde se rodou “Much Ado About Nothing”, ou por Montepulciano, um dos cenários de ‘O Paciente Inglês’. A melhor coisa a fazer é, como dissemos, uma vez decidido o roteiro, fazer a marcação do alojamento, com antecedência. No nosso site vão poder encontrar propostas para todos os gostos e orçamentos, clicando aqui.

Toscânia, localidades que exalam romantismo.

Toscânia: localidades que exalam romantismo.

4. Super planos para desfrutar ao máximo a estadia. A ideia principal é alugar um carro e percorrer estas localidades que exalam romantismo. Uma vez aí podemos aproveitar, por exemplo, para visitar algumas das mais belas praias do país. Em Maremma, que se reparte entre a Toscânia mais meridional e a zona de Lácio setentrional, estão calas tão impressionantes como Martina, Violina, Castiglione della Pescaia, Marina di Rude, Giannella e Feniglia.

Outra ideia, por que não, é aprender os truques da gastronomia da região pelas mãos de cozinheiras Toscanas reconhecidas, como é o caso de Giancarla Bodoni: à frente do Oreade e L’Enoteca, em Monteverdi. Trata-se de um complexo que combina cultura, bem-estar, gastronomia e restauração e onde a chef dá aulas de culinária enquanto degustam um vinho da região.

E se são daqueles que apreciam o enoturismo, este é um destino perfeito para vocês, porque na Toscana não faltam adegas que possam visitar: Azienda Agricola Montefioralle, um negócio familiar atendido com muito gosto e hospitalidade; Frescobaldi, com várias referências e instalações, dependendo por onde nos movamos, seja pela zona de Florença ou pelos arredores de Siena.

Florencia.

Florença.

O ponto de partida ou a chave d’Ouro para esta aventura, consoante a combinação de voos, deveria ser Florença. Se nunca aqui estiveram, não percam a oportunidade de visitar esta bela cidade, uma das mais bonitas do mundo, onde em cada esquina se respira arte.


© Artigo traduzido por Miguel Albuquerque.

5
SHARES
Etiquetas

Sobre o Autor

María Sanchez

María Sanchez

Viajera, que no turista; periodista y bloguera, que no redactora. Porque no es lo mismo ser que estar, SOY comunicadora por vocación. Licenciada en Periodismo, con amplia experiencia en medios de comunicación y redes sociales, mi gran pasión es descubrir Mundo. La mejor forma de recordar un viaje, contándolo. Puedes encontrarme en la blogosfera y en las redes sociales. Bon voyage!

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook