Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > Conselhos de Viagem > Cruzeiros: A opção para quem viaja sozinho

Conselhos de Viagem

Cruzeiros: A opção para quem viaja sozinho

Cruzeiros: A opção para quem viaja sozinho
Julho 23
09:21 2014

Seja por não ter ou por não querer companhia,
um cruzeiro não é uma opção para viajar sozinho. É A opção!

Por viuvez, divórcio, opção ou convicção quer fazer uma viagem sozinho? Força! O primeiro passo a dar é escolher a data, duração da viagem e o destino. Seja qual for o investimento que possa empreender, o ideal será sempre embarcar num navio.

Contorne o inconveniente do preço por viajar sozinho num cruzeiro, fazendo uma pesquisa prévia por navios que disponham de cabines individuais ou, em alternativa, compartilhando a cabine ou beneficiando de descontos e promoções para pessoas que estão na sua situação.

Não precisa de comprar 10 livros para se entreter durante esses dias de ócio nem abster-se de levar máquina fotográfica. E não faça as malas taciturno, a pensar que se vai sentir só e triste e a imaginar que as outras pessoas o vão olhar com pesar, suspeitando que não tem namorada, mulher, filhos, amigos… Inverta os seus pensamentos, se faz favor, até porque acredite ou não os outros passageiros vão olhá-lo simplesmente como um aventureiro. Vão invejar a sua oportunidade de estar sozinho, com total liberdade para fazer o que quiser às horas que bem entender. E isto se quiser fazer alguma coisa de todo.

Pense na sorte que tem por não ter de andar shopping do navio a fora, às três da tarde, às compras com a sua mulher, gastando um rol de dinheiro, quando pode simplesmente ficar de papo para o ar, o dia todo, naquela piscina ladeada pelo oceano. Pense que pode tomar uma cerveja antes mesmo da hora de almoço sem ser recriminado e pode meter conversa com a loira de bikini azul que está a olhá-lo do lado de lá do deck. Genial, não?

Aprazível também para a versão feminina do protagonista desta viagem. Sozinha pode demorar o tempo que quiser a vaguear pelas lojas do navio e gastar dinheiro sem grandes constrangimentos. Sozinha pode aproveitar para libertar-se de amarras, dançar na discoteca como se não houvesse amanhã, dormir até tarde, beneficiar de massagens musculares relaxantes como se andasse a treinar para a maratona e – se assim entender – nem sequer participar de excursões e visitas tais fora do navio.

viajar-sozinho-cruzeiros

A Norwegian Cruise Line tem camarotes individuais (Foto: NCL)

A parte mais interessante dos cruzeiros, é que têm todas as alternativas para preencher o tempo de forma atrativa, apresentando sempre hipóteses para conhecer e conviver com pessoas diferentes tanto como apresentando todas as hipóteses para aproveitar o tempo sozinho, lendo um livro, mergulhando na piscina, tomando banhos de sol, fazendo uma excursão, desfrutando de uma aula de dança. Para mais, o pesadelo dos viajantes solitários, as refeições a solo, não faz eco aqui. As mesas são organizadas previamente de forma a reunir diferentes tipos de hóspedes e proporcionar um ambiente amigável e tranquilo para se conhecer pessoas novas. Abandone as suas reservas e aproveite a oportunidade para criar relações porque os cruzeiros são subejamente conhecidos por facilitarem a interação, particularmente à hora de jantar onde irá travar conhecimento, em média, com oito pessoas por dia com as quais pode – e deve! – programar o resto da noite. E não vale fingir que não sabia que num cruzeiro é lei divertir-se a seguir ao jantar. Aliás, num cruzeiro é lei divertir-se a qualquer hora da noite ou do dia. Por esse motivo existem, a par das zonas de restauração, outros locais como bares, casinos, discotecas, piscinas, ginásios, atividades desportivas e espetáculos que promovem a socialização e contam sempre com uma equipa de animadores apta a dar o maior enfase possível à sua viagem, se necessário reunindo grupos com interesses semelhantes em atividades mirabolantes.

O tempo vai passar a correr e no final da viagem, quase sem dar por isso, não conheceu apenas locais diferentes, conheceu também pessoas de outras nacionalidades, com costumes e hábitos distintos dos seus, dispostas a partilhar a sua cultura. Com um pouco de sorte até se apaixonou. E com muita sorte em duas semanas chegou a apaixonar-se por três ou quatro vezes!

Sozinho vai ter oportunidade de se autoconhecer, de absorver com maior intensidade os costumes locais. De perder preconceitos e abrir a mente. As suas opções serão mais precisas e aperceber-se-á de pormenores nos quais nunca repararia se estivesse acompanhado. Em comparação, quando viaja com alguém é provável que os defeitos dessa pessoa aumentem exponencialmente com o passar dos dias, de modo a provocarem discussões e momentos de stress.

E o melhor de fazer um cruzeiro sozinho… é que pode sair acompanhado! Quanto mais não seja, acompanhado das memórias felizes desses dias em que se divertiu como nunca..

A Norwegian Cruise Line tem camarotes individuais (Foto: NCL)

A Norwegian Cruise Line tem camarotes individuais (Foto: NCL)

A melhor opção para viajar sozinho

  • MSC Cruzeiros: tem partidas desde Barcelona, Veneza e Palma de Maiorca até ao final do verão em cruzeiros que lhe permitem desfrutar de atividades desportivas, piscinas, programa de relaxamento, cinemas 4D, simulador de Fórmula 1 e muitos espetáculos! A companhia divulgou uma oferta especial que permite o pagamento da viagem para uma só pessoa para um camarote duplo, sem acréscimo de suplemento, em todos os cruzeiros de verão.
  • Norwegian Cruise Line: oferece serviços para quem embarca sozinho, com cabines individuais e preços especiais.
  • P&O Cruises: possui cabines single desde 2010, quando lançou o navio Azura com preços para uma pessoa.
  • Programa Single Partner’s da Holland America Line: com esta opção é possível dividir uma cabine com outro passageiro desconhecido ou ocupar um quarto duplo e pagar o preço normal para duas pessoas (caso não estejam em vigor promoções).
  • Silversea Cruises: possui vários navios pequenos e embora não ofereça cabines exclusivas, costuma ter descontos atrativos para quem embarca sozinho.
  • Crystal Cruises: cerca de 15% dos seus clientes viajam sozinhos, pois a companhia oferece grande variedade de atividades a bordo, festas para solteiros e descontos. Não tem cabines individuais mas não são cobradas como se a ocupação fosse dupla, apenas sofrem um acréscimo que varia de acordo com a categoria.
  • Fred. Olsen Cruise Line: detentora de navios voltados para poucos hóspedes com cabines para passageiros que viajam sozinhos.
  • Costa Cruzeiros: possibilidade de ocupar cabines para solteiros e, em vários navios, cabines duplas a preços para quem está desacompanhado.
  • Hurtigruten: conhecida pelas boas promoções para solteiros que costuma lançar. Nalgumas os viajantes solo pagam apenas 10% a mais em suítes e se reservarem as cabines entre setembro e abril, não pagam nada a mais.
  • Em alternativa, pode ainda visitar blogs e portais dedicados ao turismo, interagir com os seus seguidores e procurar companhia para partilhar as despesas de uma cabine num cruzeiro.

Seja qual for o caso, boa viagem!

Etiquetas

Sobre o Autor

Nuno Ribeiro

Nuno Ribeiro

Nuno Ribeiro é editor e fundador do Blog dos Cruzeiros (http://www.blogdoscruzeiros.com), um blog sobre grandes viagens marítimas onde poderá encontrar notícias, opiniões, experiências, sugestões, guias, companhias, navios e muito mais.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook