Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Vienciana: a Capital Menor da Indochina

O que ver

Vienciana: a Capital Menor da Indochina

Vienciana: a Capital Menor da Indochina
Setembro 22
07:00 2015

Quem escolhe a região do Sudeste Asiático para uma viagem pode enfrentar um problema de gestão de tempo ou de orçamento. E quando confrontado com a necessidade de excluir um país dessa região da rota, a maioria dos viajantes sacrificará o Laos.

A verdade é que do grupo de nações que constituem a Indochina, o Laos será o mais remoto e onde as condições de viagem são mais árduas, apesar de gratificantes. Mas é possível ter um cheirinho do Laos sem comprometer demasiado. Basta visitar a capital, Vienciana, convenientemente localizada junto à fronteira com a Tailândia. Há voos baratos para o Laos na página da Rumbo!

vienciana laos voos baratos

 

Um Pouco de História

Vienciana ocupou sempre um lugar cimeiro no Laos. Em 1354 era já uma cidade importante no reino Lan Xang, tornando-se capital em 1563, numa época em que se receava uma invasão burmesa e o rei procurava uma base mais segura. Em 1707 o reino ruiu e Vienciana tornou-se o centro de uma unidade política menor, até que em 1779 foi integrada pela força no Sião. Quando os franceses chegaram, em 1893, não demoraram muito para tornar Vienciana a capital do Protectorado do Laos. Não mais deixou essa posição, apesar da invasão japonesa, da posterior tentativa francesa de retomar a sua antiga colónia e da guerra civil entre as forças leais ao rei e os guerrilheiros comunistas. Por fim, em 1975, seguindo a tendência dos países vizinhos, Vietname e Camboja, Vienciana tornou-se capital de um regime comunista, que se mantém até hoje.

Nos anos quentes da Guerra do Vietname a cidade ganhou uma fama negativa. Era um local sem lei, dominado pelo crime organizado, onde tudo se traficava. Armas, sexo, droga. Depois da partida dos norte-americanos da região o ambiente melhorou substancialmente e hoje é uma cidade segura e amigável.

 

A Ásia para Iniciados

Será uma forma de ver Vienciana. Como uma cidade asiática apropriada para os menos experientes em trilhas caminhos por aquela zona do Planeta. As pessoas estão habituadas aos turistas, que ali encontram todas as comodidades que possam necessitar apesar de ser bom ter um seguro de saúde que permita a evacuação para um local à escolha: no caso, a Tailândia.

É claro que existe crime menor, especialmente carteirismo, mas pode-se andar à vontade pelas ruas da capital do Laos. De resto, existe um ambiente que permite ao turista usufruir da cidade. O centro é pequeno, pode-se percorrer a pé. E está carregado de simpáticos restaurantes que oferecem toda uma panóplia de gastronomia local e internacional a preços muito simpáticos. Uma refeição de comida indiana de qualidade pode ser tomada por cerca de 5 Eur. Um menu completo de sushi, por menos de 4 Eur. Há pizzas e pho vietnamita. E muitas lojas que vendem sumos e batidos preparados com frutas de que alguns nem nunca terão ouvido falar.

Sente-se que Vienciana é uma espécie de oásis para os viajantes que percorrem aquelas paragens, um porto seguro para descansar alguns dias antes de partir para mais uma etapa. Há muitos estrangeiros nas ruas, mas também locais, partilhando o espaço em harmonia. Encontra-se quase tudo o que se possa precisar sem grande esforço.

vienciana laos voos baratos

Buddha Park

 

E o que fazer em Vienciana?

Para além de sentir o pulsar de uma pequena cidade do Laos que calha a ser a capital do país, o viajante pode visitar os diversos pagodes tornados museus, subir a larga avenida que leva até ao Patuxai, uma espécie de arco do triunfo em estilo asiático, do topo do qual se avista toda a cidade. Ali perto existem alguns museus menos convencionais: não nos podemos esquecer de que nos encontramos num dos últimos países comunistas do mundo, e apesar dos turistas serem bem-vindos há certas particularidades que se revelam. No Museu do Exército, para além do material bélico que esperaríamos encontrar, vemos estatuária de influência comunista com um toque de perfume asiático. Se se encontrar fechado, pode sempre tentar persuadir o guarda a deixar dar uma vista de olhos ao espaço exterior. Será suficiente. Outro museu nas imediações é o da Polícia, ou Serviços de Segurança. Basicamente ninguém ali vai e qualquer visitante despoleta uma grande boa disposição nas jovens agentes responsáveis por aquele espaço. E não deixa de ser interessante. Se não estiver muito calor pode caminhar até ao Wat Xieng Thong, um templo dourado que está representado na bandeira do país.

Ao cair do dia a população sai para as ruas, numa atitude a fazer lembrar a tradicional passeata italiana. O passadiço que corre paralelo ao rio Mekong enche-se de gente que por ali anda para ver e ser vista, muita juventude, famílias inteiras, idosos que conversam sobre tempos idos. E depois, chega a noite e as pessoas recolhem-se. Há contudo os mercados nocturnos. Um, mais turístico, junto ao centro e perto das margens do rio. Mas existe um outro, afastado uns quantos quarteirões, onde se respira um ambiente mais genuíno e é o paraíso de quem quer que aprecie comida de rua.

vienciana laos voos baratos

That Louang

 

Como Chegar?

A maioria dos viajantes virá de Banguecoque, no confortável e económico comboio nocturno que se dirige à cidade fronteiriça do lado tailandês: Nong Khai. Dali deverá cruzar a fronteira e do outro lado apanhar um autocarro ou um tuk-tuk até ao centro de Vienciana.

É também possível voar. Directamente para a capital do Laos ou, em alternativa, para o aeroporto tailandês de Udon Thani, de onde existem ligações para a fronteira (a cerca de 60 km).

Etiquetas

Sobre o Autor

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro: Nasceu e cresceu em Lisboa. Foi para o Algarve. Licenciou-se em História, andou dez anos com os galões dourados da Armada, até que mandou as rotinas à fava e passou a fazer websites. Agora está aqui, pronto para partilhar o que viu no Planeta. Lê, vê cinema, anda de moto 4, faz Geocaching e é Couchsurfer.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook