Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
Home > O que ver > Visitar Marrocos em 7 dias

O que ver

Visitar Marrocos em 7 dias

Visitar Marrocos em 7 dias
Março 16
07:18 2016

Situado no noroeste africano, separado de Espanha apenas pelo Estreito de Gibraltar, Marrocos trata-se de um destino único e no qual será convidado a viver dias fabulosos. Detentor de uma diversidade sem igual, este país apresenta, entre outros tesouros, uma enorme beleza natural onde encontrará montanhas, lagos, rios e desertos de infinito areal, a perder de vista. Também as suas localidades e aldeias perdidas contribuem para a singularidade de Marrocos, ajudando-o a manter o nome pelo qual vulgarmente é conhecido: a pérola no norte de África.

Das maravilhosas praias da costa, passando pela magnificência das montanhas e pela imensidão do deserto, Marrocos despertará em si, por certo, a vontade de conhecer cada recanto e de se demorar nas muitas cidades, descobrindo as maravilhas deste país africano.

Se a sua visita tiver dias contados, no entanto, e esta não for uma opção, poderá optar pela realização de uma visita organizada que lhe permita conhecer pontos de referência que, por certo, não o deixarão indiferente. Nem sempre é fácil saber por onde começar. Por isso, neste artigo, iremos propor uma sugestão para uma rota de 7 dias por Marrocos.

DIA 1 – Marraquexe, um bom ponto de partida

Conhecida como “a cidade vermelha”, Marraquexe apresenta-se como um dos locais mais emblemáticos de Marrocos e será um excelente local para começar a sua visita. A sua parte antiga – conhecida como Almedina de Marraquexe – está rodeada por muralhas e inundam-se de vida ao longo do dia, criando um ambiente único, onde vendedores, acrobatas e artistas de rua se misturam com os muitos turistas, criando uma confusão bem ao estilo marroquino, onde a tradição se encontra bem patente.

marrakech

Nesta cidade, não poderá deixar de visitar alguns dos locais mais emblemáticos do país e conhecerem mais sobre o património e a história de Marrocos. Museus, mercados, palácios e jardins irão convidá-lo a que descubra as maravilhas deste local.

Entre outros locais, recomendamos que conheça os jardins de Marjorelle e Menara, os palácios de Bahia e Baddi e a praça Jemaa el Fna. Não poderá deixar, também, de se demorar nos mercados e souks e de provar a gastronomia local, deliciando-se com os sabores especiados da região.

DIA 2 – De Marraquexe a Ouarzazate

Saindo de Marraquexe poderá rumar Ouarzazate, cidade sulista de Marrocos, cujo nome significa “silencioso”.
Aqui, não poderá deixar de se deslumbrar com os casbás, as montanhas envolventes e a aridez das planícies, que contrastam com os vales e os oásis verdejantes. Aproveite para contemplar, igualmente, as aldeias vermelhas, feitas de barro, e para visitar o palácio do século XVIII, imagem que figura nas notas de Marrocos.

Ouarzazate

DIA 3 – De Ouarzazate a Casablanca

Cidade conhecida pelo seu papel na história, durante a segunda guerra mundial, e pelo clássico cinematográfico homónimo, Casablanca será, sem dúvida, um ponto de paragem durante a sua estadia em Marrocos. Esta cidade é a maior do país e é detentora do maior porto marroquino, tendo, por isto, um papel fundamental no que respeita à indústria e ao comércio.

casablanca

Nesta cidade, não poderá deixar de ver os parques Yasmina e Liga Árabe, de visitar o Museu da Villa des Arts, de conhecer o bairro dos Habbous, a antiga almedina e a Praça Mohammed V e de se deslumbrar com a Mesquita Hassan II. Também o mercado central e as praias de Casablanca irão convidá-lo a que se deslumbre com as maravilhas desta cidade.

DIA 4 – De Casablanca até Rabat e Tânger

Rabat é a segunda maior cidade de Marrocos e, como tal, alberga muitas maravilhas que farão com que a sua visita se torne absolutamente obrigatória. Locais como a Casbá dos Oudaias, a Almedina, a Mesquita de Hassan, o mausoléu de Mohammed V e o jardim de Essais merecerão uma visita sua tendo, inclusivamente, sido considerados Património Mundial da UNESCO.

rabat

Daqui, valerá também a pena rumar a Tânger, cidade repleta de história e onde o património ocupa um papel central. Aqui encontra-se, ainda, muito da ocupação portuguesa, destacando-se locais como a fortaleza e a Catedral de Nossa Senhora da Conceição.

DIA 5 – De Tânger a Fez

Fez é uma cidade que se encontra dividida em três partes fundamentais e que valerão a pena conhecer. Entre elas, encontrará Fes el Bali, a parte velha da cidade, onde encontrará a almedina que foi, em 1981, considerada Património Mundial pela UNESCO; Fez el Jdid (a parte nova), construída durante o período colonial francês; e Méchouar, local formado pelo complexo do palácio real.

fez

Não poderá perder, nesta cidade, o imenso e maravilhoso património, as muralhas, os castelos, as relíquias arquitetónicas, os sabores da gastronomia, os aromas que povoam as ruas e todo o universo de uma tradição de séculos de história.

DIA 6 – De Fez ao deserto

Visitar Marrocos e não conhecer o Deserto do Saara seria impossível! Aqui, poderá aproveitar para fazer um passeio de camelo, animal cuja presença marcante em Marrocos será apenas superada pela imensa simpatia com a qual o levarão a conhecer o vasto areal do deserto e a deslumbrar-se com as suas maravilhas. Aqui, não poderá deixar de conhecer as Dunas de Erg Chebbi, de Erg Chigaga, Dakhla ou as Dunas Tinfou.

sahara

DIA 7 – Regresso a Marraquexe

No último dia, durante o regresso a Marraquexe, não poderá deixar de se deslumbrar com as magníficas paisagens de Marrocos, com paragens ocasionais, em locais como lagos, vales ou montanhas para recolher algumas fotografias deste local maravilhoso.

Esta é a nossa sugestão para que possa descobrir o que de melhor existe neste país mas é importante que saiba: esta rota será apenas uma das muitas opções que encontrará se optar por passar 7 dias por entre as muitas maravilhas de Marrocos.

Haverá, certamente, muitas outras cidades, destinos e locais que merecerão a sua visita durante os seus dias passados nesta pérola da África do Norte. Aqui irá, por certo, conhecer mais sobre a história do país, deslumbrar-se com as magníficas paisagens, ser surpreendido pela diversidade da cultura e do património e deliciar-se com os prazeres gastronómicos da região.

Marrocos, essa pérola da África do Norte, será, por certo, uma viagem a não mais esquecer.

Fotos: Tariq Daouda

Etiquetas

Sobre o Autor

Marina

Marina

Viajar alimenta-nos a alma de conhecimento das coisas, dos outros e de nós próprios. Gostava de viver mil anos para conhecer mil destinos! É a escrita que me compensa o sonho quando a realidade tarda.

0 Comentários

Ainda não existem comentários!

Não existem comentários neste momento, quer adicionar um?

Escrever Comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook