Blog de Viagens – Rumbo.pt

UM BLOG RUMBO
 Últimas Notícias
  • Nenhum artigo foi encontrado
Home > Uncategorized > Wroclaw: A Outra Polónia

Uncategorized

Wroclaw: A Outra Polónia

Wroclaw: A Outra Polónia
Agosto 27
07:00 2015

Quando o viajante pensa numa ida à Polónia ocorrem-lhe geralmente Varsóvia – a capital, Cracóvia – o epicentro cultural, Gdansk – o símbolo de libertação do jugo comunista. E Wroclaw? Nem tanto. Contudo, esta cidade da Baixa Silésia, no sul do país, tem muito para oferecer e certamente manterá um visitante entretido durante pelo menos três dias. Afinal, não será por acaso que foi escolhida para Capital Europeia da Cultura 2016.

Há locais assim, maravilhosos, que parecem esconder-se do resto do mundo. E uma pessoa chega, explora, e fica a pensar…. como é possível que não seja conhecido de todos, badalado aos sete ventos. E Wroclaw é assim.

Wroclaw - Stare miasto

Wroclaw – Stare miasto (parte antiga da cidade)

Um Pouco de História

Como tantas outras cidades europeias Wroclaw nasceu numa encruzilhada de comércio e durante séculos mudou de mãos inúmeras vezes. Hoje faz parte da Polónia, mas a herança germânica é evidente. Não é de espantar. Em 1526 – apenas 200 anos após uma indesejada “visita” mongol – foi absorvida pelo crescente Império Austro-húngaro e apesar de ter passado para as mãos da Prússia em 1741, manteve-se na esfera germânica até ao final da Segunda Guerra Mundial. Mais de quatrocentos anos. E durante todo esse tempo chamou-se Breslau. Hoje, apesar de se escrever Wroclaw, diz-se algo como Vrotzláv. A sério! Peça a um polaco que diga o nome da cidade e verá!

Enquadrar Wroclaw

Uma das grandes vantagens de incluir Wroclaw num périplo pela região é usufruir da centralidade da sua posição. Com facilidade poderá chegar até lá vindo de Varsóvia, e a partir daqui, uma vez conhecidos os encantos da cidade, seguirá com facilidade para o próximo destino, seja este a incontornável Cracóvia, a não tão distante Praga ou, melhor ainda, a interessante Przemysl, a porta de entrada para a Ucrânia e para a incrível Lviv, logo ali. Para encontrar hotéis baratos em Wroclaw visite o site da Rumbo!

Panorama de Wroclaw hoteis baratos wroclaw

Panorama de Wroclaw

Na Cidade

Não é fácil escrever sobre o que ver ou fazer em Wroclaw. A cidade vale por um todo com dois núcleos a distinguirem-se: o rynek (praça central antiga) e a ilha da Catedral. O primeiro é o núcleo da urbe, o ponto de reunião desde tempos imemoriais, que mantém a sua função social até hoje. Diz-se que é a segunda maior praça da Europa, logo a seguir à de Cracóvia, já ali ao lado. É de facto enorme. Pontuada por cafés, esplanadas, restaurantes. E aquelas casinhas, muito coloridas, características das praças antigas da Europa Central.  Em seu redor estendem-se as ruas de origem medieval, que avançam até às muralhas da cidade. A uma esquina do rynek o visitante poderá reparar num edifício de aspecto moderno e pensar no significado daquela presença ali. Pois bem, não é assim tão recente. Foi na realidade construído pelo regime nazi de Hitler, como um teste para uma melhor germanização da praça. O projecto, mais amplo, não avançou, mas não deixa de ser um pormenor de interesse.Wrocaw panorama Ostrowa Tumskiego hoteis baratos wroclaw

Por falar em pormenores: é preciso atentar nas centenas de pequenas estatuetas em bronze de anões, existentes um pouco por todo o lado. A origem desta estatuária remonta ao movimento Alternativa Laranja, que nos anos 80 do século passado se insurgiu contra o regime totalitário que dominava a Polónia e começou por pintar anões – como os que se hoje se vêem moldados em bronze – pelas paredes da cidade. O município decidiu homenagear o grupo inaugurando a primeira destas estátuas em 2001, mas desde então o número de anões não parou de crescer, chegando actualmente aos 300.

Um apontamento sobre Wroclaw: a sua junta de turismo tem feito um excelente trabalho. Por todo o lado há mapas “You Are here” e chapas com descrições de imóveis e locais. Um paraíso para o Viajante, sempre enquadrado, como se um invisível anjo o acompanhasse nas suas deambulações.

Um pouco mais afastada, mas alcançável através de uma agradável caminhada, a ilha da Catedral surge carregada de história. É um núcleo religioso, com muitos edifícios ainda controlados pela estrutura da Igreja, mas detêm uma beleza muito própria. A catedral, claro, ocupa um papel de destaque, mas há igrejas menores, palácios eclesiásticos, belos jardins à beira rio, pontes românticas, restaurantes e cafés convidativos.

Fora do Centro

Um pouco mais afastados do núcleo histórico, ao alcance de uma caminhada dos mais corajosos ou de um rápido trajecto de eléctrico, dois locais marcantes: o belo cemitério judeu antigo, hoje transformado numa extensão do museu da cidade, misterioso, envolvido numa densa vegetação da qual se erguem campas centenárias. E o “Centennial Hall” e parque envolvente, com especial destaque para o bem conseguido jardim japonês (é necessário pagar bilhete).

Sobre o Autor

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro: Nasceu e cresceu em Lisboa. Foi para o Algarve. Licenciou-se em História, andou dez anos com os galões dourados da Armada, até que mandou as rotinas à fava e passou a fazer websites. Agora está aqui, pronto para partilhar o que viu no Planeta. Lê, vê cinema, anda de moto 4, faz Geocaching e é Couchsurfer.

3 Comentários

  1. Pedro Henriques
    Pedro Henriques Setembro 03, 22:18

    Já estive para ir a esta cidade a partir de Berlim, mas perdi o bus por uns minutos, acabei por desistir de Wroclaw e ir para Dresden. Mas espero conhecer esta cidade em breve, um bom artigo!

    Responder a este comentário
  2. Rodrigo Debastiani
    Rodrigo Debastiani Novembro 13, 13:21

    Ricardo!
    Vê se consegue me ajudar.
    Estou montando um roteiro que começa por Berlin, passa por Krakov e depois vai pra Prague. No entanto, gostaria de incluir Wroclaw, nem que seja por um único dia.
    O que fica melhor em termos de logistica?
    Berlin->Wroclaw->Krakov->Prague
    Berlin->Krakov->Wroclaw->Prague

    Responder a este comentário

Escrever Comentário

Siga-nos no

Infografias - Infografias inspiradoras by Rumbo.
Dicas para Viajantes - Viaje informado com a Rumbo.

Siga-nos no Facebook